nsc
    dc

    Avaliação

    Ideb 2019: SC tem 8 escolas entre as 100 primeiras com maiores notas do país; veja lista completa por escola

    Apesar do resultado, número de escolas catarinenses entre as 100 primeiras com os melhores conceitos do Brasil caiu pela metade em relação ao Ideb 2017

    16/09/2020 - 14h28 - Atualizada em: 16/09/2020 - 16h00

    Compartilhe

    Cristian Edel
    Por Cristian Edel Weiss
    Jean
    Por Jean Laurindo
    Escola Municipal Adolpho Bartsch, de Joinville, é destaque no Ideb de SC desde 2011
    Escola Municipal Adolpho Bartsch, de Joinville, é destaque no Ideb de SC desde 2011
    (Foto: )

    Santa Catarina tem 8 escolas no ranking das 100 primeiras do país que apresentaram melhor nota na avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, divulgado nesta terça-feira (15). O número caiu pela metade em comparação com o Ideb 2017, quando SC teve 16 escolas entre as 100 com as melhores de cada etapa de ensino – anos iniciais e finais do ensino fundamental e ensino médio. 

    Veja a lista completa do resultado do Ideb 2019 por escola a seguir, de acordo com a etapa de ensino.

    Veja mais sobre o Ideb:

    > Veja o resultado do Ideb por município

    > Ideb 2019: SC melhora nota no ensino médio, mas recua no ensino fundamental

    > Ideb 2019: ‘Precisamos concentrar mais esforços nos anos finais’, avalia secretário

    > SC tem quatro cidades entre as 15 com melhores resultados do país

    > As melhores escolas de Blumenau, segundo o Ideb

    > Escolas municipais de Blumenau pioram no Ideb pela primeira vez

    > Escola de Joinville tem nota mais alta do Estado no Ideb

    Escola de Joinville se destaca nos anos iniciais

    Nos anos iniciais do ensino fundamental (do 1º ao 5º ano), SC tem três escolas no ranking das 100 primeiras do país com as maiores notas do Ideb 2019. A Escola Municipal Adolpho Bartsch, de Joinville, é a que aparece na melhor colocação, com a 6ª melhor nota: 9,3, empatada com outras cinco escolas do Ceará.

    Aparecem ainda no ranking das 100 primeiras com as melhores notas o Grupo Escolar Municipal Maria Melânia Siqueira, de Concórdia, no Oeste do Estado, (12ª melhor nota, com 8,7) e a escola municipal Professor José Motta Pires, também de Joinville (13º melhor nota, 8,6).

    Em Santa Catarina, das 1.518 unidades que foram avaliadas tanto em 2017 quanto em 2019, 663 aumentaram a nota do Ideb, 128 mantiveram o resultado e 727 tiveram redução na nota. 

    Destaque para a escola Judite Bernardina Aguiar, de Barra Velha, que conseguiu aumentar a nota do Ideb em 2,3 pontos, chegando ao conceito 7,6.

    Estado teve queda entre as 100 melhores escolas nos anos finais

    Já nos anos finais do ensino fundamental, etapa em que o Estado teve queda na nota geral do Ideb 2019, houve redução também no número de escolas catarinenses no ranking das 100 primeiras do país com as melhores notas. O número passou de cinco para quatro. 

    Das unidades entre as 100 do país, 3 são de Joinville: Escola Agrícola Municipal Carlos Heins Funke, com 7,6, a 12ª melhor nota, e a Escola Municipal Pastor Hans Müller aparece com 7,1, a 17ª melhor nota, ao lado da Escola Municipal Governador Pedro Ivo Campos, que tem a mesma nota.

    A outra escola bem colocada é de Xaxim, a Escola Básica Municipal Dom Bosco, também com nota 7,1, a 17ª melhor entre as 100 primeiras escolas.

    Em Santa Catarina, das 882 avaliadas tanto em 2017 quanto em 2019, 373 melhoraram a nota do Ideb, 62 mantiveram o conceito e 447 tiveram redução na nota. O aumento mais expressivo foi da escola municipal Jorge Bif, em Siderópolis, que acrescentou 1,9 ponto na nota do Ideb, chegando a 5,7.

    SC tem somente uma entre as 100 primeiras com as maiores notas do ensino médio

    Por fim, no ensino médio SC também teve menos escolas figurando entre as 100 com as maiores notas do país nesta etapa da educação de acordo com o Ideb 2019. No ano Ideb 2019, o Estado tinha seis escolas nesse grupo, e na edição de 2019 do índice teve apenas uma. Trata-se do Instituto Federal Catarinense (IFC), campus de Blumenau, que apresentou a 12º maior nota do país, com 6,4 pontos.

    Esta foi apenas a segunda edição consecutiva do Ideb em que todas as escolas de ensino médio aptas a fazer as provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) foram avaliadas pelo índice. Até a edição de 2015, as turmas de ensino médio eram avaliadas apenas por amostragem.

    Das que participaram das avaliações de 2017 e 2019, a que mais se destacou foi a escola estadual São Tiago, em Santiago do Sul, o menor município de Santa Catarina, além da escola estadual Padre Balduíno Rambo, em Tunápolis, e escola estadual Guilherme André Dalri, de Salete. As três aumentaram em 1,7 ponto a nota no Ideb.

    Veja mais sobre o Ideb:

    > Veja o resultado do Ideb por município

    > Ideb 2019: SC melhora nota no ensino médio, mas recua no ensino fundamental

    > Ideb 2019: ‘Precisamos concentrar mais esforços nos anos finais’, avalia secretário

    > SC tem quatro cidades entre as 15 com melhores resultados do país

    > As melhores escolas de Blumenau, segundo o Ideb

    > Escolas municipais de Blumenau pioram no Ideb pela primeira vez

    > Escola de Joinville tem nota mais alta do Estado no Ideb

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Educação

    Colunistas