nsc
nsc

NÍVEL GRAVÍSSIMO

Mais 20 munícipios do meio oeste estão em Nível gravíssimo para Covid-19

Compartilhe

Eduarda
Por Eduarda Demeneck
06/08/2020 - 12h11 - Atualizada em: 06/08/2020 - 12h18

É a primeira vez que a Região do Alto Vale do Rio do Peixe entra em nível gravíssimo no mapa de risco do governo do estado para Covid-19. Entre as maiores cidades dessa região estão Videira, Caçador, Fraiburgo e Curitibanos. Segundo o mapa de risco, as prioridades nessas cidades nesse momento devem ser isolamento social, investigação, testagem, isolamento de casos e ampliação de leitos pra Covid-19

::Mapa do vírus em Santa Catarina

Dos 20 municípios, 15 estão na região do Alto Vale do Rio do Peixe, como Caçador, Fraiburgo e Videira. Nesta quinta-feira (06) à tarde os prefeitos vão se reunir virtualmente para decidir as próximas ações à serem tomadas de forma regionalizada, como já vem acontecendo desde o início da Pandemia. A previsão é que na próxima semana o transporte coletivo seja suspenso nessas cidades.

Já nos outros cinco municípios que fazem parte da região do Contestado e também integram essa lista de nível gravíssimo, Curitibanos, São Cristovão, Frei Rogério, Santo Cecilia e Ponte Alta do Norte as ações estão sendo tomadas de forma individual. Hoje de manhã conseguimos falar com as prefeituras de Curitibanos e Frei Rogério. Em Curitibanos um decreto foi assinado ontem reduzindo todos os horários de funcionamento dos estabelecimentos, comércio, restaurantes e bares até às 20h, a medida vale por sete dias. E em Frei Rogério os pontos turísticos da cidade, como o Sino da Paz, vão permanecer fechados por tempo indeterminado.

::Máscaras contra coronavírus são obstáculo na rotina das pessoas surdas

Uma das preocupações desses municípios é com os leitos de UTI que vem operando no limite nas cidades de Caçador e Curitibanos. Nesta quinta-feira (06), em Videira uma nova UTI Covid foi implantada no hospital Salvatoriano Divino Salvador, com isso passou de dois para 11 o número de leitos para atender pacientes graves da Covid, 50% deles já estão ocupados.

Com isso a região do Meio Oeste tem 40 munícipios em nível gravíssimo. Em julho a região de Joaçaba também aumentou o grau de risco.

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Mais colunistas

    Mais colunistas