nsc
    nsc

    Impeachment

    Acif alerta que impeachment do governador pode levar à crise institucional

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    16/09/2020 - 20h35 - Atualizada em: 16/09/2020 - 20h37
    O governador Carlos Moisés
    O governador de Santa Catarina Carlos Moisés (Foto: Cristiano Estela, Divulgação)

    A Associação Empresarial de Florianópolis (Acif), em nota divulgada na noite desta quarta-feira, alerta que o afastamento do governador Carlos Moisés da Silva, por impeachment, caso seja aprovado nesta quinta-feira na Assembleia Legislativa, pode gerar crise institucional. Para a entidade, a decisão trará ainda mais incertezas ao destino dos catarinenses. 

    Impeachment em SC é negativo para a economia, avalia Fiesc

    - Caso confirmado, o vazio institucional será prejudicial à recuperação econômica de Santa Catarina, que começa a dar bons sinais de retomada diante da maior crise da história – argumentou a entidade que representa o setor econômico da Capital.

    A entidade chama a atenção também para o viés político do processo, alegando que é inoportuno, especialmente neste momento. 

    Confira a nota da Acif na íntegra:

    ACIF alerta para crise institucional diante do afastamento do governador Carlos Moisés

    O possível afastamento do governador Carlos Moisés do cargo por 180 dias, que será decidido nesta quinta-feira (17) em votação plenária na Assembleia Legislativa, é uma decisão que trará ainda mais incertezas ao destino dos catarinenses, na opinião da Associação Empresarial de Florianópolis (ACIF).

    A entidade argumenta que, caso confirmado, o vazio institucional será prejudicial à recuperação econômica de Santa Catarina, que começa a dar bons sinais de retomada diante da maior crise da história.

    Apesar de apoiar a irrestrita investigação dos supostos crimes atribuídos ao Governo do Estado e defender o devido processo legal, considera que a drástica medida tem viés essencialmente político, totalmente inoportuno neste momento tão conturbado.

    A ACIF também alerta que a combinação do caos econômico com um imbróglio institucional custará muito ao estado, contribuindo para a insegurança dos poderes e à evasão de investimentos.

    Florianópolis, 16 de setembro de 2020.

    A Direção

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas