publicidade

Navegue por
Estela

Digital

Cidades digitais para pessoas

Compartilhe

Por Estela Benetti
01/11/2018 - 04h00 - Atualizada em: 01/11/2018 - 03h58
A partir da esquerda, Carlos Olsen, sócio da Global Business, Eduardo Marques, Roberto Marcelino, Caio Castro e André Teller, da empresa iCitis, organizadores do fórum
A partir da esquerda, Carlos Olsen, sócio da Global Business, Eduardo Marques, Roberto Marcelino, Caio Castro e André Teller, da empresa iCitis, organizadores do fórum
(Foto: )

O Smart City Forum Floripa, realizado ontem no Sapiens Parque, em Florianópolis, deixou claro que os gestores das cidades contam com tecnologias de ponta, de preço acessível para melhorar a vida das pessoas. Mas para isso, é preciso fazer as conexões e ofertas de serviços considerando essas novas tendências, chamando a atenção das pessoas para aderir a essas tendências, observou o empresário Carlos Olsen, um dos organizadores do evento junto com a ICities e a Fira Barcelona, parceiras do evento em SC. Entre as empresas que fornecem essas tecnologias de ponta estão a Cisco e a AWS, braço da Amazon para soluções em nuvem.     

Serviços e filial lá fora

 

Para ter melhores resultados diante de um mercado cada vez mais desafiador, a Unike Group, fundada e controlada pelo empresário Marcelo Vieira, avançou na adoção de tecnologias digitais. Isso facilitou a atuação internacional. Em breve, a empresa iniciará atividades no exterior com uma plataforma de vendas online, a UBI. E o mercado de estreia será Portugal. A Unike atua com tecnologia, conexões e vendas de seguro e planos de saúde. Além disso, está ampliando parceiros em SC, como a empresa PouPad, que criou o carrinho inteligente para supermercados. 

Engie lucra mais

 

Multinacional que lidera a geração privada no país, a Engie Brasil Energia fechou o terceiro trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 475,4 milhões, 32,8% superior ao do mesmo período do ano passado. A companhia obteve nos três meses receita operacional líquida de quase R$ 2,5 bilhões, 50,4% maior que a do mesmo trimestre de 2017. Esse salto foi possível graças a aquisição das usinas da Cemig  Jaguara e Miranda (MG). Conforme o presidente da companhia, Eduardo Sattamini, esses números credenciam a empresa para levar adiante sua estratégia de longo prazo e se transformando num grande player de energia no país. A eficiência da gestão, com resultados equilibrados aos acionistas, é uma marca da companhia. 

Deixe seu comentário:

Estela Benetti

Estela Benetti

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação