nsc
    nsc

    História empresarial

    Dimas: de uma revenda a grupo empresarial, com trabalho e humildade

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    30/06/2020 - 04h30 - Atualizada em: 30/06/2020 - 08h21
    Dimas Arnoldo da Silva em 2014, durante homenagem na Alesc. Foto: Alesc, Divulgação
    Dimas Arnoldo da Silva em 2014, durante homenagem na Alesc. Foto: Alesc, Divulgação

    Entre os empreendedores catarinenses que sonharam ter negócio próprio, investiram e conseguiram construir um grupo empresarial relevante está Dimas Arnoldo da Silva, de São José, na Grande Florianópolis. O empresário, que faleceu na manhã desta segunda-feira (29), aos 73 anos, deixou legado de visão e transformação.

    Para Dimas, a disposição para vencer foi colocada cedo pelo destino. Ao perder o pai aos 11 anos, ele teve que ajudar na renda da família, por isso começou a trabalhar. Mais tarde, se tornou vendedor de loja de automóveis, o que permitiu entender os clientes e formar a base para os negócios futuros. Na hora de empreender, contou com a participação da esposa Maria Lenir da Silva.

    As empresas Dimas começaram há 44 anos com uma revenda de veículos, evoluíram para 18 concessionárias Ford em diversas cidades do Estado, à revenda da sueca Volvo, e para a construtora e incorporadora Dimas.

    A construtora focou no uso de tecnologia de ponta ao setor começando desde o planejamento de vendas até as últimas etapas. Isso motivou também investir em ambientes para abrigar empresas de tecnologia do dinâmico polo da Grande Florianópolis. O primeiro foi o Acate Downtown, em novo condomínio múltiplo no Centro de Florianópolis. Depois, veio o centro de inovação Acate São José, em localização que dá acesso à Avenida Beira-mar do município.

    Afinal, como o empreendedor Dimas conseguiu avançar de uma única loja para um grupo empresarial? O vice-prefeito de São José, Neri Amaral, que trabalhou com ele por 23 anos, deixou claro isso em depoimento que deu durante homenagem ao empresário na Assembleia Legislativa em maio de 2014, segundo notícia publicada pela Alesc na ocasião:

    - A humildade, a amizade, a preocupação com os clientes, sempre tratados com a proximidade de amigos, não eram estratégias de venda, mas algo natural do seu ser. Este é o seu diferencial e a razão do seu sucesso – disse Amaral, que na época era vereador de São José.

    A evolução do grupo confirma que excelência no atendimento aos clientes abre portas. Foi com isso que o empresário conseguiu consolidar seus negócios. E mensagem em que comunicou o falecimento, a família Silva destacou o estilo de Dimas:

    - De coração grande, risada contagiante, olhar perspicaz e muita garra para fazer as coisas darem certo, não deixa apenas um grupo de empresas bem-sucedido e sólido - deixa o exemplo de um ser humano que extrapolou a atuação corporativa. Um empresário que vibrava e incentivava o sucesso de todos aqueles que estavam a seu lado - revelou a família.

    As despedidas a Dimas Arnoldo da Silva, somente para familiares e pessoas mais próximas, foi nesta segunda-feira, à tarde, em São José, cidade onde nasceu.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas