publicidade

Estela

Neste sábado

Entrevista com Carlos Roberto Duarte, criador e organizador da Volta à Ilha

Compartilhe

Por Estela Benetti
12/04/2019 - 10h26 - Atualizada em: 12/04/2019 - 16h06
(Foto: Eco Floripa, divulgação)

Neste sábado acontece em Florianópolis a 24ª edição da corrida de revezamento Volta à Ilha, com percurso de 140 quilômetros, organizada pela Eco Floripa, empresa do casal de professores de educação física Carlos Roberto Duarte e Maria de Fátima Duarte. Os números mostram que é um evento de elite, que movimenta a economia da cidade. Dos 4 mil participantes, 94% têm curso superior e 38% são mulheres. 70% são de fora do Estado e estão promovendo um movimento econômico estimado em R$ 12 milhões. Saiba mais na entrevista a seguir.

O perfil dos participantes da Volta à Ilha segue o mesmo ou tem mudado?

O público da Volta à Ilha tem se mantido parecido nos últimos anos. Temos cerca de 94% dos competidores com escolaridade superior, sendo 38% de mulheres.

Quanto por cento são empresários ou altos executivos?

Se dividirmos o público, a maior parte dos inscritos são engenheiros (20%) e 10% são empresários. Os administradores de empresas vem em seguida, totalizando 8,4%. Depois, advogados (6,2%), médicos (4,2), educadores físicos (4,1%), funcionários públicos (3,5%), estudante (2,7%), gerentes (2,2%) e militares (1,5%). O curioso é que o número de aposentados é maior do que a quantidade das pessoas que se intitulam atletas, sendo 1,5% e 0,4%, respectivamente. Demais profissionais somam 35% restantes.

Quais são os principais impactos do evento na economia do município?

70% dos participantes são de fora do Estado. Como boa parte dos atletas é de fora de Florianópolis, 81% se hospedam em hotéis. Tradicionalmente, São Paulo é o Estado mais participativo do Brasil na Volta à Ilha, somando 25% do total de vagas. Isso gera uma movimentação de aproximadamente R$ 12 milhões para a cidade. A maioria dos quatro mil competidores se desloca de avião (68%) e eles não vêm sozinhos, quase todos trazem algum acompanhante para a viagem movimentando ainda restaurantes, bares e o comércio local.

O que mais encanta os participantes desse circuito?

A integração do grupo, as belezas naturais de Florianópolis, sentirem bem acolhidos pela organização e pela cidade. A complexidade da prova é o que atrai os competidores, que seguirão por paisagens com estradas de terra, trilhas, mata, montanha, dunas e ainda 20 praias. A prova tem 18 postos de troca, com distâncias entre 4 e 16 km em diferentes graus de dificuldade. Vans, carros e motos também auxiliam no transporte dos atletas neste percurso. É uma prova diferente, vibrante, desafiadora, que exige estratégia e planejamento na escalação de cada membro da equipe.

Quais são as principais vantagens da corrida para a saúde das pessoas?

A corrida, como toda atividade física, é de suma importância para as pessoas manterem saudáveis. Somos feitos de músculos e, portanto, precisamos ativá-los. A corrida é uma atividade simples de ser praticada, requer um custo muito pequeno e pode ser praticada praticamente em todo lugar. É uma atividade muito democrática, podendo ser praticada por atletas profissionais, como praticantes ocasionais, pessoas de diferentes idades.

Deixe seu comentário:

Estela Benetti

Estela Benetti

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

estela.benetti@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade