publicidade

Navegue por
Estela

Meio ambiente

Estilista cria roupas com material reciclável como alerta para salvar a vida marinha

Compartilhe

Por Estela Benetti
15/04/2019 - 13h42 - Atualizada em: 15/04/2019 - 13h42
Crédito: Estela Benetti

Entre as diversas manifestações no Festival de Inovação Social do Impact Hub, que ocorreu domingo (14), na Acate, em Florianópolis, uma iniciativa chamou bastante atenção. O Ateliê Catarina, da estilista Katya Lichtnow, apresentou looks Upcycles, ou seja, roupas feitas com produtos que vieram do lixo. O objetivo era fazer um alerta sobre o risco para a vida marinha em função da poluição dos plásticos.

Mariana de Souza (E), técnica em saneamento formada pelo IFSC Florianópolis, vestiu a saia Oceano – de rede com muitos lixos pendurados – mais uma camiseta sobre o movimento Upcycle e um fascinator (chapéu estilo britânico) feito com lixo. Com amplos conhecimentos técnicos, a jovem explicava ao público que os plásticos vão para os oceanos, se transformam em partículas menores e estão matando não só os grandes animais, mas principalmente o microplântcon, que é a base de toda a alimentação dos animais marinhos e da fotossíntese, que ajuda a purificar o ar da terra.

Além disso, a estilista criou um casaco composto com diversas embalagens que ainda não têm um processo de reciclagem em SC, como as de salgadinhos e medicamentos, que envolvem alumínio e plástico no processo produtivo. Na foto, o cineasta Charles Cesconetto (D), que dirigiu o documentário Ilha Inovação Sustentável, vestiu o casacão.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação