nsc
    nsc

    Transporte aéreo

    Florianópolis estreia rota de carga aérea com Miami. Linha de passageiros está na mira

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    10/08/2020 - 12h58 - Atualizada em: 10/08/2020 - 14h14
    Cargueiro da TAM recebe jatos de água ao chegar no Aeroporoto Internacional de Florianópolis
    Cargueiro da TAM recebe jatos de água ao chegar no Aeroporoto Internacional de Florianópolis (Foto: Diorgenes Pandini)

    A estreia da primeira rota regular de carga aérea internacional a partir do aeroporto de Florianópolis aconteceu nesta segunda-feira, dentro do esperado. O avião da Latam Cargo chegou por volta das 12h50min e foi recebido pela concessionária Floripa Airport com o tradicional batismo de jatos de água. A chegada da aeronave foi acompanhada pelo diretor geral da concessionária, Ricardo Gesse, o diretor da Latan Cargo, Diogo Elias, e autoridades como o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, e o presidente da Federação das Indústrias (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar.

    Neste voo inaugural, segundo Diogo Elias, foram trazidos produtos de alto valor como materiais para a indústria automotiva, alimentos, produtos de metalurgia e eletrônicos. A companhia ainda não tem uma pauta para exportações de SC aos EUA e está aberta a negociações. 

    Confirmada nova rota aérea de cargas Florianópolis-EUA

    De acordo com o secretário da Fazenda, o governo catarinense está otimista com essa nova ligação comercial e espera que, em breve, a Capital catarinense tenha também uma linha de passageiros para Miami.

    - Esse evento é um fato portador de futuro. A abertura dessa linha Florianópolis-Miami vai possibilitar depois uma linha comercial de passageiros também. O governador Carlos Moisés está muito empenhado em desenvolver o Estado de Santa Catarina, trazer emprego e desenvolver o Estado porque é isso que o cidadão catarinense merece – afirmou Paulo Eli.

    O presidente da Fiesc avalia que SC é uma plataforma logística importante para o Brasil porque tem uma política fiscal que incentiva o comércio internacional. Para ele, essa nova rota é importante porque vai contribuir para ampliar a competitividade da indústria do Estado.

    - Santa Catarina exportava via São Paulo 95% da carga aérea, hoje podemos reverter isso. Esperamos que boa parte das cargas aéreas do Brasil entre por Santa Catarina por conta da cultura de comércio internacional que é tão forte no nosso estado. O selo de melhor aeroporto do Brasil coloca Florianópolis em posição de destaque – comentou Aguiar.

    O mercado americano é o segundo maior destino das exportações catarinenses. Até pouco tempo, antes de ser superado pela China, era o primeiro mercado. Além de empresas que tradicionalmente importam e exportam para os EUA, essa nova rota poderá incluir outros produtos de tecnologia e alimentos de alto valor agregado.

    A notícia dessa nova rota foi antecipada aqui pela coluna dia 16 de julho. 

    Esta matéria foi atualizada às 15h12min.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas