nsc
    nsc

    Atenção a novos negócios

    Governo de SC convida empresas a continuar investindo no Estado

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    06/04/2021 - 19h08
    Governadora em exercício, Daniela Reinehr, na teleconferência com empresários
    Governadora em exercício, Daniela Reinehr, na teleconferência com empresários (Foto: Ricardo Wolfenbuttel, Secom)

    Lideranças dos 30 maiores grupos empresariais de Santa Catarina e representantes de entidades do setor privado foram os convidados da primeira reunião do Fórum Empresarial Invest SC, realizada virtualmente na tarde desta terça-feira. A governadora em exercício, Daniela Reinehr, abriu o fórum e informou a eles que o governo catarinense deseja que continuem investindo no Estado e assim, sigam participando do desenvolvimento econômico catarinense, que precisa ser fortalecido após a pandemia.

    O presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar, afirmou que somente a união de esforços vai permitir maior desenvolvimento e que a federação está à disposição para discutir as grandes causas de Santa Catarina.

    Emenda parlamentar visa facilitar acesso ao juro zero em SC

    A propósito, a entidade elaborou o Programa Travessia para SC sair melhor da crise pos-pandemia e firmou acordo para que propostas desse estudo sejam desenvolvidas com apoio do governo. O diretor de Inovação da Fiesc, José Eduardo Fiates, apresentou uma síntese do Travessia nesse primeiro fórum da Invest SC. Os quatro pilares do programa são: reinvenção da economia com mais inovação, ambiente de negócios favorável, infraestrutura inteligente e crédito para empreender.

    De acordo com a governadora, o programa Invest SC é o principal canal do governo com o setor privado. O objetivo é uma aproximação com os investidores, procurando ouvir a todos, atender demandas com rapidez e, também, buscar a interlocução com o governo federal para que sigam investindo, com inovação e competitividade, apesar das dificuldades impostas pela pandemia.

    Para o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, a aproximação entre governo e setor privado é importante para superar dificuldades para investir. Também presente no Fórum, o secretário da Fazenda, Paulo Eli, disse que o Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec), que concede incentivo via postergação de ICMS para investimentos, segue relevante e defendeu mais atenção ao fornecimento de serviços para empresas como água e energia.

    O detalhamento do programa Invest SC foi feito pela secretária executiva de Assuntos Internacionais, Daniella Abreu. Segundo ela, o objetivo é ajudar a abrir portas, tanto a investidores locais, quando aos de fora do Estado e do exterior. Entre as lideranças empresariais presentes estavam executivos da BRF, WEG, Whirlpool, Aurora Alimentos e Pamplona.

    Mais colunistas

      Mais colunistas