publicidade

Estela

Dinheiro no bolso

Governo de SC paga a primeira parcela do 13º salário dos servidores nesta sexta-feira

Compartilhe

Por Estela Benetti
18/07/2019 - 19h19 - Atualizada em: 19/07/2019 - 07h45
(Foto: Mauricio Vieira / SECOM)

A economia catarinense vai receber nesta sexta-feira R$ 216,6 milhões, montante da primeira parcela do 13º salário dos servidores estaduais, mais aposentadorias e pensões. O total corresponde a 25% do salário. Não será 50%, a exemplo de anos anteriores, porque o caixa do Estado não disporia de recursos. Vão receber o 13º os 149.088 servidores civis e militares da administração direta, mais autarquias e fundações.

— O governo catarinense é um dos primeiros do país a efetuar o adiantamento do 13º salário. Desde que assumimos, adotamos medidas de austeridade para melhor aplicação dos recursos públicos – explica o governador Carlos Moisés.

A próxima parcela do 13º, também de 25%, será paga dia 19 de agosto. A última parte, de 50%, sairá dia 17 de dezembro. O governo informa que a antecipação está sendo possível devido a medidas de contingência e de reformulação administrativa que estão sendo adotadas.

Arena Sebrae em São José

São José sedia nesta sexta e sábado (19 e 20) a Arena Sebrae, com de palestras e workshops sobre empreendedorismo e inovação. A instituição oferece consultoria com especialistas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas em sebrae.sc/arena-saojose. 

O evento é na Arena Multiuso.

Isenção para geração de energia

Uma das medidas aprovadas pelo plenário da Alesc quarta-feira foi a isenção de ICMS para microgeração e minigeração distribuída de energia renovável, o que inclui geração solar, eólica, biomassa e pequenas PCHs com até 1 megawatt de potência instalada. A medida está no PL 081/2019 e prevê isenção por 48 meses. Agora só falta a sanção do governador Carlos Moisés porque SC é o único Estado que ainda tributa esse segmento. 

O presidente da Associação dos Produtores de Energia de SC, Gerson Berti, diz que essa medida vai contribuir para ampliar investimentos e expansão do parque gerador do Estado.

Deixe seu comentário:

publicidade