nsc
    nsc

    Ainda longe do ideal

    ONU aponta que mulheres representam 25% na indústria de tecnologia

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    07/03/2018 - 20h54 - Atualizada em: 08/03/2018 - 14h41
    tecnologia
    (Foto: )

    Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) apontam que as mulheres representam 25% do total de trabalhadores da indústria de tecnologia. Para o Senai/SC o ideal seria quase uma paridade com os homens, perto de 50%. Uma das empresas que avançam rumo a essa marca é a Softplan, de Florianópolis, uma das maiores empresas de software de SC. Em 2014, 26% do total de colaboradores eram mulheres. No ano passado, subiu para 39%. Na Paradigma, empresa de TI da Capital que tem à frente a CEO Andréa Boudeville, elas são 41% do total da força de trabalho.  

    Django Girls

    A Intelbras, empresa de SC líder nacional em produtos para segurança, redes e telecom, patrocina sábado a iniciativa Django Girls na sua sede, em São José. Cerca de 65 mulheres darão continuidade ao projeto de oficinas de programação digital na linguagem python. A Django Girls é uma organização sem fins lucrativos que visa empoderar mulheres de todas as faixas etárias na comunidade de programação do mundo. Ensina programação  web usando HTML, CSS, Phyton e Django, informa a diretora de marketing da Intelbras, Susana Brockveld. 

    Correção

    Tania Malinski Alberti é primeira-secretária do Ministério das Relações Exteriores e representou o escritório regional do Itamaraty em Santa Catarina (Eresc) na reunião de segunda-feira em que foi anunciada a criação da Câmara da Indústria e Comércio Brasil-República Tcheca. O cargo dela foi publicado errado na coluna. E o governo do Estado foi representado no evento pelo secretário-adjunto da Secretaria de Desenvolvimento, Fábio Lima. 

    Vendas lá fora

    A balança comercial catarinense fechou fevereiro com queda de 3% nas exportações frente ao mesmo mês de 2017. Pesou a retração de 8,8% na receita de exportação de carne suína e a estabilidade na venda de carne de aves, o maior item da pauta. Com a investigação na BRF, tudo indica que as exportações de SC vão cair mais vezes este ano.

    Leia todas as publicações de Estela Benetti

    Veja também:

    Venda de veículos tem alta de 24% no Estado

    Instituto Juarez Machado investe R$ 1,5 milhão e amplia sede em Joinville

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas