nsc
nsc

Em alta

Quase 60% das pequenas empresas de SC crescem e segmento volta a contratar, mostra pesquisa

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
18/11/2020 - 14h18 - Atualizada em: 18/11/2020 - 19h08
Na Grande Florianópolis, 4,56% das pequenas empresas planejam contratar trabalhadores, mostra pesquisa
Na Grande Florianópolis, 4,56% das pequenas empresas planejam contratar trabalhadores, mostra pesquisa (Foto: Diorgenes Pandini, NSC, BD)

Apesar de o estado ainda enfrentar elevada incidência de Covid-19, a pandemia não está causando mais crise para boa parte das micro e pequenas empresas de Santa Catarina. Pesquisa do Sebrae/SC junto ao segmento apurou que 57% das empresas registraram crescimento de vendas no terceiro trimestre frente ao anterior. O índice médio de vendas do período ficou 303% maior que no trimestre anterior, um dos melhores resultados dos últimos cinco anos.

Com melhores resultados, o setor também indica que vai iniciar uma virada no emprego, isto é, voltará a contratar. Para o último trimestre do ano, a pesquisa apurou projeção de acréscimo de 2,81% no quadro de trabalhadores no setor após queda de -6,57% no segundo trimestre e de -0,76% no terceiro trimestre do ano. A projeção futura é tímida, mas todas as regiões indicam retomada de admissões. A estimativa maior é no Sul do estado (6,34%), seguida pela Grande Florianópolis (4,56%), Norte (3,33%), Foz do Itajaí (3,33%), Oeste (2,59%), Meio Oeste (1,41%), Extremo Oeste (1,19%), Serra (0,70%) e Vale do Itajaí (0,52%).

ICMS de dezembro poderá ser depositado em duas vezes pelo comércio em SC

Iniciativa do Observatório de Negócios do Sebrae/SC a pesquisa ‘Resultado e expectativas dos pequenos negócios catarinenses’ ouviu 810 micro e pequenas empresas no período entre 1º e 19 de outubro. Elas foram questionadas sobre o trimestre anterior (julho a setembro) e expectativas para os últimos três meses do ano.

Outro dado que mostra a redução gradativa do impacto negativo da pandemia é que 21,7% das empresas apontaram que ainda enfrentam queda nas vendas. No trimestre anterior (período de abril a junho) 40,4% enfrentavam redução de vendas. O indicador de negócios com prejuízo também melhorou. No trimestre anterior 50,8% relataram o problema; agora, foram 13,8%.

Considerando as regiões, a maior alta ocorreu na Grande Florianópolis, onde 89,90% das empresas informaram ter vendido mais no período. Em segundo lugar ficou o Meio Oeste com alta de 75%, depois o Sul com 66%, Vale do Itajaí (51,1%), Foz do Itajaí (51,1%), Norte (47,7%), Oeste (37,5%), Serra (27,2%) e Extremo Oeste (20,4%).

As melhores recuperações de vendas entre julho e setembro foram registradas em empresas industriais, das quais 56,1% faturaram mais, seguidas do setor comercial com 53,1% e de serviços, 47,7%. No segmento de microempresas, mais de 60% tiveram recuperação de vendas no período. Para o último trimestre do ano, as micro e pequenas empresas estão mais otimistas. De acordo com o levantamento, 77% esperam aumento de faturamento e 58,5% informaram que comprarão mais para formação de estoques. Entre as pesquisadas, 16,7% adiantaram que vão investir na contratação de pessoas, sendo 40% para empregos temporários.

A pesquisa apurou também que 72,8% das empresas estão usando soluções digitais para aquecer vendas. Dessas, 66,2% informaram estar vendendo mais enquanto que das que não adotaram ferramentas digitais, 46,8% estão vendendo menos. Frente ao início do ano, o uso do Instagram avançou 60%.

Para o diretor técnico do Sebrae/SC, Luc Pinheiro, esse dado mostra a importância de inovar e adotar novas tecnologias para ampliar os negócios. Ele chamou a atenção também para a importância da melhoria contínua da gestão. Isso porque o levantamento apurou que 60,1% das empresas assessoradas pelo Sebrae registraram vendas maiores e outros indicadores também ficaram acima da média das demais.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas