nsc

publicidade

Estela

Baixa

Receita do turismo cai 9,8% no litoral de SC

Compartilhe

Por Estela Benetti
26/03/2019 - 04h45
(Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense)

Os números da Pesquisa Fecomércio SC Turismo de Verão no litoral catarinense mostram que a temporada 2019 não foi fácil para o setor. O levantamento apurou uma retração no faturamento (receita bruta) de 9,8% no período de janeiro a março deste ano frente aos mesmos meses do ano passado. Esta é a terceira queda consecutiva apurada pela pesquisa no verão do litoral. Em 2018, nos primeiros meses do ano a queda ficou em 8,1% e em 2017 o recuo no mesmo período foi bem maior, de 14,1%.

Essas retrações mostram que apesar de a recessão ter acabado há dois anos, a crise econômica continua afetando as famílias brasileiras, que respondem por mais de 70% da demanda turística de verão nas cidades mais fortes do Estado nas atrações de sol e mar. As cidades pesquisadas foram Florianópolis, Balneário Camboriú, São Francisco do Sul, Laguna e Garopaba.

Quando a comparação é em relação aos outros meses do ano, fora da temporada, a pesquisa da Fecomércio apurou crescimento do faturamento. Em 2019, os meses de verão tiveram movimento 22,4% maior do que os demais do ano. No ano passado, registraram 34,1% mais receita em 2017 18,8% mais.

O levantamento ouve turistas e empresários com o propósito de oferecer subsídios para decisões de investimentos. Os com renda familiar entre R$ 1.893 e R$ 4.730 foram o maior grupo, 35,9%. Em segundo lugar ficaram os de renda entre R$ 4.731 e R$ 7.568, 20,9%. O Estado tem potencial para atrair mais visitantes, mas precisa disputar com outros destinos do Brasil e do mundo.

Criptomoedas

O Bitcoin Summit, evento de criptomoedas e blockchain que será realizado em Florianópolis dia 6 de abril terá uma novidade. Trata-se da Batalha de Investimentos, entre o Index Fund StratumBlue e uma empresa de investimentos tradicional. Cada um vai oferecer seus produtos e, no final, será avaliado qual deu maior retorno ao acionista. O evento é promovido pela Stratum Blockchain Tech e terá 12 horas de programação. Um dos objetivos das palestras será traçar um cenário para criptomoedas este ano.

Deixe seu comentário:

publicidade