nsc

publicidade

IBGE

Setor de serviços cresce e de turismo cai em janeiro em Santa Catarina

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
18/03/2019 - 05h30 - Atualizada em: 18/03/2019 - 10h05
Menor fluxo de argentinos puxou o turismo para baixo em janeiro. Foto: Emerson Souza/BD
Menor fluxo de argentinos puxou o turismo para baixo em janeiro Foto: Emerson Souza/BD

O setor de serviços em Santa Catarina fechou janeiro com alta de 3,2% em volume frente ao mesmo mês de 2018, mas teve recuo de 2,6% em relação ao mês imediatamente anterior, dezembro, na comparação com ajustes sazonais. No acumulado de 12 meses até janeiro, cresceu 2,1%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE.

O mesmo levantamento apurou que o Brasil teve alta de 2,1% no volume de serviços em janeiro frente ao mesmo mês do ano anterior, recuou 0,3% em relação ao mês anterior e cresceu 2,1% nos últimos 12 meses. Em receita nominal, SC teve alta de 6,5% em janeiro frente ao mesmo mês de 2018 e de 5,4% em 12 meses.  

Os serviços refletem mais a dinâmica da economia e, junto com o comércio, respondem por cerca de 63% da composição do PIB do Estado. O setor fechou o ano passado com o primeiro resultado positivo depois da recessão: alta de 1,7%. Desde julho de 2018 acumula crescimento na comparação com os mesmos meses dos anos anteriores.    

Quem puxou o resultado dos serviços para cima em SC, no mês de janeiro frente ao mesmo período do ano anterior, foi o setor de transportes, com alta de 10,2%. Ele inclui transportes terrestre, aquaviário, aéreo, correios e armazenagem de cargas. O grupo denominado Outros serviços pelo IBGE, que inclui coleta de resíduos e administração de mercadorias, também cresceu 10% no Estado. A maior retração, de 6,8%, ocorreu nos serviços profissionais, administrativos e complementares. A segunda maior queda foi nos serviços prestados às famílias, de 5,2%. Esse grupo inclui hotelaria e alimentação. E os serviços de informação e comunicação cresceram 2,7% no primeiro mês do ano.

Queda no turismo em SC

No Estado, o turismo surpreendeu negativamente, com queda de 4,8% em volume no mês de janeiro na comparação com o mesmo período do ano passado, retração de 10% frente ao mês imediatamente anterior e em 12 meses acumulou alta de 3%.

 A expressiva retração do turismo no Estado em janeiro está ligada ao menor fluxo de turistas, especialmente os argentinos, que não puderam vir em maior número porque o país deles está em crise.

No lançamento do documentário, quinta, Antônio Marafon (E) da Softplan, Sabatini, o presidente da CDL Ernesto Caponi e o vice-prefeito da Capital João Batista Nunes.
No lançamento do documentário, quinta, Antônio Marafon (E) da Softplan, Sabatini, o presidente da CDL Ernesto Caponi e o vice-prefeito da Capital João Batista Nunes.
(Foto: )

Tecnologia O documentário Ilha Inovação Sustentável surpreende por mostrar a força do setor de tecnologia, a pujança da natureza e projetos sociais em Florianópolis. Defende a convergência de ações para que a tecnologia avance como vocação local. A produção foi do empresário Rodrigo Sabatini e do cineasta Charles Cesconetto. No lançamento, quinta, Antônio Marafon (E) da Softplan, Sabatini, o presidente da CDL Ernesto Caponi e o vice-prefeito da Capital João Batista Nunes.

Possível vocação? Cada região do Estado tem suas vocações econômicas, no futuro quase todas empresas serão de tecnologia e os cuidados com o meio ambiente precisam aumentar. Para o idealizador do documentário Ilha Inovação Sustentável, Rodrigo Sabatini, do Instituto Lixo Zero, Florianópolis está encontrando só agora na tecnologia a sua vocação econômica. Mas para esse setor avançar, é preciso preservar o meio ambiente na Capital. Para Sabatini, essa consciência ainda não existe, por isso o apelo do documentário que será exibido final do mês.

Governadores Além do esperado apoio à reforma da Previdência, os governadores do Sul e Sudeste do país, reunidos em Belo Horizonte sábado – incluindo Carlos Moisés, de SC – anunciaram a criação de um consórcio regional, o Cosul, para ações conjuntas sobre áreas como educação, saúde, turismo, infraestrutura e outras. É uma iniciativa inédita, que pode dar frutos. Por enquanto, o que existe entre os Estados é uma guerra fiscal.  

Investimentos Um dos pontos altos da missão de SC aos EUA foi reunião com Mark Sullivan, diretor da agência de investimentos de Massachusetts, o Massachusetts Office of International Trade and Investiment (MOITI). O executivo se colocou à disposição do governo de SC, de entidades e do Hub do Estado para colaborar na aproximação com empresas e instituições, informou Klaus Raupp, gestor do Hub. Participaram também o secretário adjunto de Desenvolvimento do Estado, Amandio da Silva Junior, o cônsul adjunto Roberto Medeiros, o presidente da Acate, Daniel Leipnitz e o presidente da Acif, Rodrigo Rossoni.

TI em Boston Os empresários de SC foram recebidos no Media Lab do Massachusetts Institute of Technology (MIT) pelo catarinense Vitor Pamplona, de Gaspar, que é empresário do setor de tecnologia em Boston. Doutor em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul ele é fundador e sócio da empresa EyeNetra, que oferece sistemas para testes de visão pelo celular. Ela já atraiu mais de US$ 10 milhões de aportes de investidores.

Na viticultura O curso superior de Tecnologia em Viticultura e Enologia do IFSC Campus de Urupema fortalece o setor vitivinícola da região com profissionais qualificados. Quase todos os egressos da primeira turma estão empregados em vinícolas e em outros empreendimentos de turismo na Serra de SC. Durante a Vindima, o campus fez parceria com as vinícolas e ofereceu cursos de degustação de vinhos. Mais de 100 pessoas se inscreveram, superando expectativas.

Hermanos Lideranças do setor público de SC e da Argentina se reúnem nesta segunda-feira, em Chapecó, em evento para encontrar caminhos visando maior integração econômica. Essa aproximação é positiva, mas o grande obstáculo é a falta de estradas para o transporte. Um exemplo é a dificuldade para importar milho. 

Deixe seu comentário:

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade