nsc
    nsc

    Sem feriado

    Setor industrial catarinense mantém tradição de trabalhar no Carnaval

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    24/02/2020 - 17h03 - Atualizada em: 25/02/2020 - 10h49
    A Karten, empresa têxtil de Blumenau, é uma das que trabalham sem parar esta semana. Foto:Lucas Correia, BD
    A Karten, empresa têxtil de Blumenau, é uma das que trabalham sem parar esta semana. Foto:Lucas Correia, BD

    Enquanto o país para durante dois dias e meio desta semana em função do Carnaval, o setor industrial catarinense trabalha normal. Essa é uma tradição no Estado que chama a atenção do país. As indústrias catarinenses das diversas regiões trabalham normalmente nesta segunda e terça-feira, que é feriado facultativo. Apenas algumas áreas das empresas, como as de finanças, folgam porque os bancos não abrem nesse período.

    Especialmente neste ano, é positivo a indústria trabalhar no Carnaval por dois motivos. Um é que o país terá de oito a 10 feriados em dias úteis – dependendo do Estado - o que derruba a média anual de atividade econômica e também o Produto Interno Bruto (PIB). Em função disso, as confederações nacionais da indústria (CNI) e do Comércio (CNC) estimaram que o país terá uma perda de aproximadamente R$ 300 bilhões em função de linhas de produção sem atividades e lojas fechadas no ano.

    E o outro bom motivo para o setor trabalhar no Carnaval é que existe a ameaça do coronavírus chegar ao país e impor quarentena para cidades, como aconteceu na China e, agora, também na Itália. Por isso, ter mais dias trabalhados é positivo.

    Segundo a Federação das Indústrias do Estado (Fiesc), Santa Catarina conta com mais de 50 mil estabelecimentos industriais que oferecem em torno de 730 mil empregos diretos.

    Seguindo o exemplo da sua clientela, a Fiesc, também está trabalhando direto neste Carnaval, inclusive nesta terça, que é feriado facultativo. A entidade está envolvida nos preparativos da palestra do vice-presidente, Hamilton Mourão, sexta-feira, às 10h30min, que vai marcar o início das comemorações dos 70 anos de atividades da federação.

    Setores que trabalham

    Além da indústria, existem outros setores econômicos de SC que não param no Carnaval, mas são atividades de atendimento ao público e ao turista que dificilmente param ao longo do ano. Nesse grupo estão transporte, hospedagem, gastronomia, saúde e segurança, entre outros.

    Leia também: Projeto de lei que transfere feriados para segunda-feira avança no Congresso

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas