nsc
nsc

Sucessão

Tecnologia e saúde entre as prioridades do novo presidente da CDL de Florianópolis

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
12/11/2020 - 05h01 - Atualizada em: 12/11/2020 - 05h25
 O novo presidente da CDL de Florianópolis, Marcos Bri
O novo presidente da CDL de Florianópolis, Marcos Brinhosa (Foto: Arquivo pessoal, Divulgação)

A partir de 1º de janeiro de 2021, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Florianópolis, quarta maior do país em número de associados – mais de 3 mil –, será presidida pelo empresário Marcos Brinhosa, 29 anos, que sucede Ernesto Caponi. Entre as prioridades do mais jovem presidente da entidade estão, por meio do CDL Tech, ajudar os lojistas a avançar no uso de tecnologias para melhorar os negócios e ampliar a oferta de serviços, com especial atenção à venda do plano de saúde Premium, do qual a entidade é representante exclusiva na Região Sul.

Brinhosa afirma que os impactos da pandemia no setor foram grandes, mas diferentes para as empresas. Enquanto uma conseguiu retomar as vendas com nível de atividade elevado, outras sofreram bem mais. As lojas do Centro, que depenem mais do fluxo de pessoas, estão com maiores dificuldades.

- A pandemia foi inesperada e está sendo longa. Ninguém imaginava que a gente chegaria em novembro com o número de casos subindo novamente e a população com medo. Muitas empresas não conseguiram renegociar aluguéis, nem empréstimos bancários – afirma o empresário.

Com o CDL Tech, novo braço da entidade que visa a inserção do setor nas tecnologias digitais, o plano da nova diretoria é ajudar as pequenas empresas no acesso ao mundo digital.

- Muitas vezes, o empresário acha que tecnologia é só para grandes empresas. Não é. A ideia e desmistificar isso através do CDL Tech, para que tenham cada vez mais ferramentas para apoiar a gestão. Eu como sócio de empresa de pequeno porte já sofri muito por isso. Muitas vezes eu precisei de tecnologia e não encontrava, ou não tinha nada adequado ao perfil da minha empresa e hoje isso está mais acessível. Muitas vezes, falta ao empresário informação sobre o que o mercado oferece – explica ele.

A parceria com a empresa de seguro saúde Premium, de Minas Gerais, foi firmada no ano passado pela CDL. O plano de Brinhosa é ampliar a oferta desse serviço na Região Sul, para a qual a empresa é representante. Planos de saúde têm se tornado uma importante receita de manutenção de entidades empresariais. A CDL da Capital faz contratos diretos ou atua com representantes comerciais na área de abrangência do plano. De acordo com o empresário, a Premium tem elevada aceitação no mercado porque paga valores acima da média para médicos e outros prestadores de serviços e é ágil nas autorizações.

A nova diretoria da CDL tem no seu quadro cerca de 50% de empresários vindos da CDL jovem, a exemplo de Brinhosa. À frente da entidade que é a primeira de SC, o plano dos novos diretores é colaborar para a recuperação do setor apesar da pandemia e manter a entidade como referência nacional.

- A CDL de Florianópolis não é só forte pelo número de associados. Mas, também, pelo que representa no movimento pelos seus serviços, forma de gestão e por sempre ser disruptiva. O CDL Tech é um espaço inovador que vai ser replicado em breve por outras CDLs do país –afirma Brinhosa.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas