nsc
    nsc

    Reconhecimento

    Vinhos de altitude de SC conquistam notas máximas em concursos

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    25/06/2019 - 01h56 - Atualizada em: 25/06/2019 - 06h08
    Vinícola Leone di Venezia, de São Joaquim, destaque em três categorias Foto Estela Benetti

    Vinícolas catarinenses de altitude representaram bem o Estado nos dois mais importantes concursos nacionais de vinho, neste mês, realizados no Rio de Janeiro: a Grande Prova Vinhos do Brasil 2019 Revista Baco e a Wines of Brazil Awards 2019. Alguns conquistaram notas máximas.

    Entre 122 vinícolas de sete Estados que disputaram a Grande Prova Vinhos do Brasil, a vinícola Leone di Venzezia, de São Joaquim, conquistou três premiações máximas (duplo ouro), com os vinhos Gewurztraminer 2018, Oro Vecchio 2018 (branco de outras castas) e Sangiovesi 2017. A vinícola Kranz, de Trêze Tílias, obteve duas premiações duplo ouro: com o Merlot 2008 e o suco de uva integral 2018. E a vinícola Urupema foi primeiro lugar com o Sincelo Malbec 2014. Esses prêmios projetam SC no mundo dos vinhos do país e exterior.

    Enoturismo ao por do sol
    Entre as premiadas, a vinícola Monte Agudo
    (Foto: )

    As catarinenses também brilharam em outro importante concurso nacional de vinhos, o Wines of Brazil Awards 2019. A vinícola Villa Francioni conquistou duas medalhas Gran Gold, com o Licoroso Tinto e o Villa Francioni Tinto. A vinícola Suzin, de São Joaquim, conquistou pontuação máxima Gran Gold, com o vinho tinto Intrigante Lote I.

    Além disso, essas e outras vinícolas como a Thera e a Monte Agudo, conquistaram medalhas Gold ou em outra categoria. O mesmo ocorreu com as empresas que disputaram o Prova Brasil. A Kranz, por exemplo, este ano, conquistou 10 medalhas ao todo. Duas de ouro foram com os vinhos Merlot 2013 e Cabernet Sauvignon 2013 que passaram por uma maturação exclusiva adotada pelo vitivinicultor Walter Kranz: cinco anos em barricas de carvalho francês. Os dois produtos ganharam uma etiqueta dourada com a frase Five years old aged in oak barrils.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas