nsc
    nsc

    Projeto Focus

    Crianças e animais são as prioridades dos voluntários de Blumenau

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    19/04/2021 - 05h00
    Causa animal é a segunda mais citada por quem dedica tempo, trabalho ou dinheiro ao voluntariado
    Causa animal é a segunda mais citada por quem dedica tempo, trabalho ou dinheiro ao voluntariado (Foto: Patrick Rodrigues, BD, Santa)

    Os direitos das crianças e dos animais são as prioridades das pessoas que atuam com voluntariado em Blumenau. A pesquisa do Projeto Focus, da Furb, que sondou o que move a solidariedade do blumenauense, indicou também quais causas engajam mais apoiadores e como se concretiza esse apoio. Foram ouvidas 384 pessoas que informaram atuar em algum tipo de voluntariado. Devido à pandemia de Covid-19, as entrevistas ocorreram pela internet.

    > Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

    Projetos que envolvem a infância foram citados por 67% dos entrevistados que atuam em causas sociais em Blumenau. A proteção dos animais foi a segunda mais citada, com quase 39%. Temas como educação, saúde, moradores de rua, mulheres e meio ambiente também apareceram entre os mais citados. Chamam atenção ainda menções a projetos que envolvem refugiados, causa que até pouco tempo não existia em Blumenau. 

    A pesquisa do Projeto Focus também buscou saber de que maneira o blumenauense atua como voluntário. A maior parte dos entrevistados disse contribuir com o prório tempo e trabalho, com ou sem doações diretas na forma de dinheiro ou produtos.

    O trabalho dos pesquisadores da Furb, envolvidos com a graduação em Publicidade e Propaganda e com os cursos de pós em Administração e Desenvolvimento Regional, revela o que estimula o engajamento do blumenauense em causas sociais. A coluna já havia revelado dados que apontam a relevância da satisfação individual na decisão de quem participa do voluntariado, acima da ação coletiva de empresas e igrejas, por exemplo. São informações que indicam um caminho para entidades e grupos mobilizarem mais pessoas interesssadas em fazer o bem.

    Indiretamente, também colocam a suposta solidariedade inata do blumenauense diante do espelho.

    > Veja como ajudar famílias em situação de vulnerabilidade durante a pandemia de Covid-19 em Blumenau.

    Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

    Mais colunistas

      Mais colunistas