nsc
nsc

FONPLATA

Empréstimo de R$ 320 milhões para obras em Blumenau deve sair ainda em 2021

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
02/08/2021 - 07h00
Projeto prevê seis pistas em alguns trechos da Pedro Zimmermann
Projeto prevê seis pistas em alguns trechos da Pedro Zimmermann (Foto: Patrick Rodrigues, BD, Santa)

Até o fim do ano a prefeitura de Blumenau pretende assinar o contrato do empréstimo internacional de R$ 320 milhões que bancará o Corredor Norte e a reforma da Estação de Tratamento de Água 2 do Samae. Depois de tramitar na Câmara de Vereadores, a operação junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata) terá de receber aval do governo federal e do Senado. Apesar da burocracia, o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) está otimista.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

Até o dia 10 de agosto o município encaminhará o pedido à Comissão de Financiamentos Externos do Ministério da Economia. O órgão precisa analisar a papelada porque é a União a garantidora do empréstimo. Depois, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado tem de referendar a operação financeira. Segundo Hildebrandt, esse procedimento, que já foi muito demorado no passado, tem sido célere. Com tudo resolvido, chegará o momento de formalizar o financiamento com o Fonplata.

Em dólares, Blumenau terá acesso a 50 milhões e fará uma contrapartida de 12,5 milhões. Com o dinheiro, reformará a ETA 2, inclusive mudando o ponto de captação de água do Rio Itajaí-Açu da Usina Salto para os fundos do Samae, na Rua Bahia. A estação abastece cerca de 70% da cidade.

O Corredor Norte é a reforma da Rua Pedro Zimmermann desde o Terminal do Aterro até a Polícia Militar Rodoviária da Vila Itoupava. Em alguns trechos haverá três pistas em cada sentido, contado o corredor de ônibus. A primeira parte da obra, no ponto da estrada que já é municipal, contempla o prolongamento da Rua São Valentim, ligando o binário da Rua Paris com o futuro corredor.

Caso aprovado, o empréstimo junto ao Fonplata será o maior tomado pela prefeitura desde o pacote do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que custou 120 milhões de dólares. São obras complexas e de longo prazo, que dependem de licitação. O primeiro passo é garantir o dinheiro.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp.

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas