Blumenau marcou para segunda-feira (10) nova sessão do pregão para escolher a cervejaria oficial da Oktoberfest pelos próximos seis anos. Na briga entre Ambev e Heineken, a meta é salvar o resultado de R$ 5,11 milhões obtido na troca de 25 lances entre as duas gigantes do setor de bebidas, no dia 10 de março. Para isso, além de decidir se desclassifica ou não a Ambev, o município tem o desafio de concluir o processo sem deixar flancos para ações judiciais que possam inviabilizá-lo.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

A Ambev venceu o pregão eletrônico por uma diferença de R$ 10 mil. Em seguida, teve a documentação analisada e terminou habilitada. Ou seja, faltava apenas homologar a vitória e assinar o contrato. Porém, cinco dias depois, a Heineken apresentou recurso contra a habilitação da Ambev no certame. O argumento central está nos números financeiros apresentados pela concorrente para provar que tem capacidade de investir na Oktoberfest Blumenau.

Enquanto a Heineken fala em “adulteração” de números para atingir o resultado exigido pelo edital, a Ambev defende que adotou o balanço da corporação, e não da filial do Paraná inscrita no certame — o que a empresa afirma ser legal. A pregoeira, primeiro, terá de decidir se o recurso da Heineken foi apresentado dentro do prazo. Depois, avaliará se os cálculos da Ambev atendem às regras da licitação.

Nos bastidores, a avaliação é de que a prefeitura não precisaria convocar uma nova sessão do pregão se pretendesse apenas afastar o recurso da Heineken e tocar o processo. O procurador-geral do município, Julio Augusto de Souza Filho, diz que o objetivo é ser transparente sobre as decisões a serem tomadas e evitar a judicialização.

Continua depois da publicidade

— O município quer salvar o pregão, que foi um sucesso. O evento é logo ali, há investimentos a serem feitos e vamos garantir total transparência para que o processo siga — analisou.

Ambev e Heineken não se manifestam sobre o assunto. Além da Oktoberfest, a cervejaria vencedora terá o direito de explorar a Sommerfest (ou outro evento de verão que a substitua) também por seis anos.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Leia também

Blumenau lança edital milionário para instalar radares eletrônicos

Blumenau anuncia 125 câmeras e mais psicólogos em escolas e creches

Blumenau escolhe a serenidade na reação à barbárie

Polícia em SC investigará boatos que geram pânico sobre novos ataques

Destaques do NSC Total