A Oktoberfest Blumenau plantará 4 mil árvores nativas em ruas e áreas degradadas de Blumenau até outubro deste ano. A ação é parte de um plano de sustentabilidade lançado nesta terça-feira (19) que pretende zerar as emissões de carbono da festa em até cinco anos. Reciclar 100% dos resíduos produzidos com alimentação e bebidas está entre as metas a serem cumpridas ainda em 2022. Só em copos plásticos são cerca de 2 milhões de unidades.

Continua depois da publicidade

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

É a primeira vez que a Oktoberfest Blumenau lança um plano voltado ao impacto ambiental do evento. Ele é baseado nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), dos quais a prefeitura é a signatária. Nesta estreia, Parque Vila Germânica e Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade fizeram um diagnóstico das emissões de carbono referentes à edição de 2019 — a última promovida antes da pandemia de Covid-19.

Pelos cálculos, a Oktoberfest 2019 emitiu 1.913 toneladas de carbono. Com as 4 mil árvores a serem plantadas nos próximos seis meses, seriam compensados 30% desse volume. As mudas de plantas nativas ajudarão a recompor uma área degradada na Vila Bromberg, na Escola Agrícola, e serão espalhadas em vias como Humberto de Campos, Missões, 2 de Setembro e Via Expressa.

Outro objetivo imediato é recolher todo o volume de óleo de de cozinha usado na festa. Copos, pratos e toda embalagem relacionada à alimentação também devem ser direcionados à reciclagem. O anúncio do plano foi feito pelo secretário de Turismo e diretor-presidente do Parque Vila Germânica, Marcelo Greuel, e pelo prefeito Mário Hildebrandt.

Continua depois da publicidade

Até 2026, o objetivo é reduzir o impacto ambiental e compensar 100% das emissões de carbono da Oktoberfest Blumenau. A edição deste ano está marcada para o período entre 5 e 23 de outubro.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Leia também

> Por que a Páscoa de Blumenau é mais cara do que a de Pomerode

Duplicação da BR-470 tem outro viaduto liberado ao trânsito

Blumenau vai ampliar pontes em duas ruas de tráfego intenso

A principal praça pública de Blumenau é uma rua

Destaques do NSC Total