Pesquisa de preços divulgada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) na terça-feira (28) mostra Blumenau com a gasolina mais cara de Santa Catarina na véspera do aumento provocado pelo retorno da tributação federal. Nesta quarta, começam a vigorar tanto a cobrança de PIS/Cofins quanto a redução de preços da Petrobras às distribuidoras, anunciada pela companhia.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

Segundo o levantamento feito no dia 22 de fevereiro, o preço médio do litro da gasolina comum em Blumenau era de R$ 5,37. Em Balneário Camboriú e Videira, a média era de R$ 5,36. São José (R$ 4,97) e Palhoça (R$ 4,98) registraram os menores preços de Santa Catarina. Foram pesquisados 15 postos em Blumenau. O mais barato cobrava R$ 5,19 e o mais caro, R$ 5,44.

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), disse na terça que, incluídos os impostos e reduzidos os preços da Petrobras, o impacto previsto na bomba é de R$ 0,34 para a gasolina. Com a pesquisa da ANP, será possível checar se a previsão vai se confirmar.

Etanol e diesel

O preço médio da gasolina aditivada na cidade (R$ 5,56) também foi o mais alto registrado pela pesquisa entre as cidades catarinenses. A média do etanol estava em R$ 4,59 e do diesel, em R$ 5,89.

Continua depois da publicidade

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Leia também

MEC mantém vivo o sonho da federalização da Furb

Carnaval provoca debate surreal na Câmara de Vereadores de Blumenau

Blumenau conclui licitação milionária da iluminação pública

Ex-vereador é exonerado de cargo na prefeitura de Blumenau

Destaques do NSC Total