Grande surpresa da Páscoa 2023 em Blumenau, o ovo gigante montado no Parque Vila Germânica é um dos itens de maior custo da festa neste ano. O município pagará à empresa do artista plástico Guido Heuer, autor da obra, um total de R$ 332 mil. Segundo justificou o município no processo de compra, o valor elevado se deve, entre outros motivos, ao material usado.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

O ovo tem 15 metros de altura. Chapas de aço em curva formam a escultura, que precisou envolver equipamentos pesados e a responsabilidade técnica de um engenheiro mecânico.

“Os preços constantes no pedido estão em valores de mercado, não entrando, naturalmente, no mérito de valor intangível pela produção de obra de artista afamado”, afirma o município na documentação para justificar a dispensa de licitação.

A Secretaria de Turismo e Lazer também enfatizou a durabilidade da estrutura em chapas de ferro e alumínio, que passará a fazer parte do acervo municipal para uso nas próximas festas de Páscoa. No processo de contratação, Guido Heuer apresentou uma planilha discriminando os custos do projeto.

Continua depois da publicidade

Orçamento

O orçamento prevê gastos de R$ 76 mil com materiais e R$ 108 mil com operação de maquinário, transporte e serviços prestados por trabalhadores. Para o pagamento de impostos, a proposta apresentada separou R$ 50 mil. O artista receberá R$ 82 mil.

Conforme a descrição contida no documento, há outros significados contidos na obra para além daqueles inerentes à data.

“As chapas também representam os meridianos, linhas imaginárias que fatiam o globo terrestre e que dão relevância e consistência aos espaços, situando-os em coordenadas geográficas quando combinadas aos meridianos marcados em forma de cruz. As chapas são vazadas de maneira irregular com círculos que permitem a entrada de luz e simbolizam a expansão da vida como nas células que se multiplicam por toda a extensão do nosso corpo e do universo”, diz o texto.

O poder público pode contratar obras de arte com dispensa de licitação, desde que o autor tenha reconhecimento público inegável. É o caso de Guido Heuer, artista com 50 anos de carreira e cujas obras são quase onipresentes em edifícios de Blumenau e do litoral. Guido também executou dois trabalhos artísticos de grande porte em praças públicas: um na Via Expressa e outro na Praça dos Músicos.

Continua depois da publicidade

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Leia também

Blumenau recorre ao Tribunal de Justiça para destravar Área Azul eletrônica

Cerveja da Oktoberfest Blumenau vira troféu político para Mário Hildebrandt

A nova ferramenta online de SC para monitorar chuvas, rios e barragens

Quais frentes da duplicação da BR-470 o governo de SC ainda pode acelerar

Destaques do NSC Total