O Avaí vai encaminhar um ofício à ouvidoria da CBF requisitando os áudios do VAR e um posicionamento da Comissão de Arbitragem sobre os lances da partida contra o Ceará, disputada neste domingo na Ressacada, pela Série B do Brasileiro.

Continua depois da publicidade

Avaí vence o Ceará e se afasta do Z-4 da Série B do Campeonato Brasileiro

Vitória do Avaí sobre o Ceará abre o caminho para a permanência na Série B

São duas reclamações principais. A primeira a expulsão do goleiro Richard no início do jogo. A direção entende que era um lance para aplicação de cartão vermelho. Na partida, o VAR chegou a fazer a checagem, mas o jogo seguiu com aplicação de cartão amarelo.

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Continua depois da publicidade

Mas a reclamação principal é de um pênalti não marcado no lance entre o atacante Waguininho, do Avaí, e o zagueiro Luiz Otávio, do Ceará. O toque foi muito claro, num movimento de cima pra baixo com o braço, do defensor da equipe cearense. Nada foi marcado.

O Avaí espera um posicionamento da Comissão de arbitragem. Na Ressacada, a revolta era grande após a partida entre dirigentes e integrantes do departamento de futebol.

Destaques do NSC Total