nsc
nsc

dava pra vencer

Derrota em Cuiabá é dura lição para o Avaí

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
28/11/2020 - 01h03
Alemão, que fez o gol do Avaí, jogou novamente na lateral direita
Alemão, que fez o gol do Avaí, jogou novamente na lateral direita (Foto: André Palma Ribeiro/ Avaí FC)

O gol da vitória do Cuiabá foi aos 50 minutos do segundo tempo, mas o que precisa ser dito é que o Avaí perdeu o jogo por causa do primeiro tempo. A explicação da comissão técnica auxiliar após o jogo foi que a estratégia era essa, de fazer um primeiro tempo mais defensivo e controlado.

Até que durante boa parte deste primeiro tempo o Avaí conseguiu fazer. Enrolou o jogo e o adversário. Acontece que este tipo de jogo, fechado e sem quase nenhuma capacidade de fazer as transições para contra-ataques, não permite nenhum erro. Aos 36 minutos o erro veio e o Avaí tomou o gol. Falha do goleiro Gledson, que soltou uma bola fácil nos pés do atacante artilheiro do Cuiabá. Maxwell não teve dúvidas e mandou pro fundo da rede.

O segundo tempo teve uma Avaí mais agressivo, com uma dupla de atacantes por dentro – Getúlio e Ronaldo. Com um meio de campo mais adiantado também. Em oito minutos da segunda etapa o Leão já tinha mais finalizações que em todo o tempo anterior. No primeiro tempo o Avaí finalizou apenas três vezes. Depois do intervalo, eram quatro em apenas oito minutos. Terminou com 10 e 13 ao todo.  

O empate veio na cobrança de pênalti de Alemão e daí o Avaí deu aquele passinho pra trás novamente. Estava de volta o estilo defensivo. Mas veio do banco a ordem para atacar, implícita nas mexidas, com Valdívia e Jonathan em campo.

> Tite na CBN: "A mão de Deus esteve presente no segundo gol de Maradona contra a Inglaterra"

> Tudo azul: Avaí anuncia nome “limpo na praça”

O jogo ficou aberto, porque o Cuiabá também mexeu pra vencer, colocando o time pra frente. Ganhou quem teve mais competência. O Avaí teve a bola para vencer aos 49. Cruzamento de Valdívia que passou por Jonathan e Rômulo. Foi uma ótima oportunidade. No contra-ataque, Maxwell fez o gol da vitória do time da casa.

Uma lição para o Avaí. Deixou de jogar por 45 minutos. Foi ser agressivo somente com a derrota parcial. Passou a impressão que ia ganhar, mas perdeu um confronto direto muito importante. A sensação de quem viu o jogo é que dava pra ganhar. O Cuiabá estava cheio de desfalques de lesões e por Covid-19. Foi uma oportunidade de subir ainda mais na tabela jogada fora.

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas