nsc
nsc

Entrevista

Bate-papo com Taciane Eichstaedt, diretora de desenvolvimento de produto da Kyly

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Nasser
16/03/2021 - 11h34
Atualmente Taciane mora em Denver, no Colorado, e trabalha a distância
Atualmente Taciane mora em Denver, no Colorado, e trabalha a distância (Foto: Arquivo pessoal)

A empresária Taciane Martins Eichstaedt, filha mais velha de Salézio e Claudete Martins, fundadores do Grupo Kyly, hoje, ao lado do marido Alessandro e dos filhos Guilherme e Luiza, mora em Denver, no Colorado.

> Receba as notícias do Santa direto no seu WhatsApp. Clique aqui.

Taciane presenciou o nascimento da marca, e conta que desde pequena ajudava seus pais no que conseguia. Aos 16 já colocou a mão na massa, e desde então conhece todo o processo que envolve o grupo.

Antes de se mudar para os Estados Unidos, a família morava em Pomerode. Taciane deixou tudo esquematizado para que a ausência física não fosse problema, e conseguiu. Mesmo assim, ela vem ao Brasil algumas vezes ao ano, matar as saudades dos familiares e amigos.

Ao lado de uma equipe de diretores, ela comanda a maior empresa de vestuário infantil do Brasil, e conta aqui para a gente como é a rotina e os desafios do outro lado do hemisfério.

> Do algodão à costura: Kyly, de Pomerode, cria tour virtual de fábrica

No IGTV @fernandanassersocial o bate-papo está em vídeo feito a distância, e com muitas saudades!

Orgulho dessa trajetória de sucesso!

Confira a entrevista com Taciane, diretora de desenvolvimento de produto da Kyly

Quando começou a jornada na Kyly?

A empresa surgiu quando eu tinha dez anos. Eu ajudava quando era possível, mas iniciei com 16 anos. Em dois anos já estava em Pomerode trabalhando para grandes magazines e logo começamos a criar os nossos produtos.

Qual o papel que exerce hoje na empresa?

Diretora de desenvolvimento de produto. Sempre andei junto ao cliente.

Como é a experiência de trabalhar a distância, em home office, que você já pratica desde antes da pandemia? Fale um pouco sobre essa rotina. Como você se faz presente?

Sempre fui muito presente, e quando resolvemos morar em outro país me organizei para que minha ausência tivesse o mínimo de impacto possível. Estruturei minha equipe, buscamos alternativas de vídeoconferência, com reuniões semanais. Tudo com muita disciplina. Participo de eventos, me arrumo como se fosse para a fábrica todos os dias e me sinto perto, independente da distância.

> Um bate-papo com o empresário Ronaldo Baumgarten Jr.

Como divide o tempo entre trabalho e vida familiar?

A diferença do fuso horário ajuda bastante, pois o horário do trabalho é o mesmo da escola dos filhos, então consigo estar presente em momentos que eu não conseguia no Brasil.

Um conselho para uma jovem empresária

Sempre ouça o mercado e fique atenta ao que o cliente tem a dizer. O cliente sempre tem razão e se pensarmos verdadeiramente dessa forma, a gente consegue sim atender as expectativas dele. Saber o problema, mas ter o foco na solução.

Qual foi o grande diferencial da empresa durante a pandemia?

Estar muito próxima dos colaboradores, clientes e parceiros desde o início da pandemia, auxiliando no que foi possível; a distribuição de 1,3 milhão de máscaras para todo o Brasil e estarmos atentos aos impactos das várias tomadas de decisões neste período, além de sempre avaliar se estão de acordo com o DNA da empresa.

Quais as marcas que o Grupo possui e qual o público alvo

A Kyly, marca alegre e confortável feita para meninos e meninas do bebê ao tamanho 18. A Milon, clássica com inspiração francesa para meninos e meninas do bebê ao tamanho 12. Nanai, que é moderna, divertida e colorida para meninas do tamanho um a 14. A Amora, cool e fashion para meninas tween do tamanho dez a 20 e Lemon, moderno, leve e descontraído para meninos tween do tamanho dez a 20.

> Fernanda Nasser entrevista: Laércio Cadore, cirurgião plástico

A maior qualidade que você tem no que faz

Acredito que seja interpretar as necessidades de mercado, sempre ter foco na solução e não nos problemas, além de envolver as equipes para trabalhar na mesma linha.

Momento que marcou a vida

A mudança para os EUA, após ter morado a vida inteira na mesma região.

Desejo para este ano

Desejo o fim da pandemia para que possamos voltar a ter a vida o mais normal possível.

Fernanda Nasser

Colunista

Fernanda Nasser

A vida da sociedade catarinense, especialmente do Vale do Itajaí. Fotos e informações das melhores e mais glamourosas festas e de quem é destaque.

siga Fernanda Nasser

Fernanda Nasser

Colunista

Fernanda Nasser

A vida da sociedade catarinense, especialmente do Vale do Itajaí. Fotos e informações das melhores e mais glamourosas festas e de quem é destaque.

siga Fernanda Nasser

Mais colunistas

    Mais colunistas