nsc
    nsc

    Empresa de Joinville produz máscara e camiseta que bloqueiam coronavírus

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    26/06/2020 - 12h59
    Esta é a primeira solução do mercado nacional em roupas que garantem proteção total por todo o tempo útil das peças
    Esta é a primeira solução do mercado nacional em roupas que garantem proteção total por todo o tempo útil das peças

    A empresa BeCauz, de Joinville, lança o chamado kit Hope Fashion, composto por máscara e camiseta que protegem contra bactérias e vírus como influenza, herpesvírus e o novo Coronavírus (SARC-Cov-2). Trata-se da primeira solução do mercado nacional em roupas que garantem proteção total por todo o tempo útil das peças, que não perde a eficácia com o número de lavagens. 

    > Em escala de zero a cinco sobre gravidade da pandemia de coronavírus, Joinville está com 3,8

    O produto já está disponível para pré-venda e a distribuição está prevista para o dia 15 de julho. Metade do lucro desta ação será destinada para o G10 Favelas, bloco nacional de líderes e empreendedores de impacto social de favelas. 

     O fio utilizado na máscara e nas camisetas é manufaturado e fornecido pela Coltex,de Joinville, que usa tecnologia da Rhodia, empresa do grupo Solvay, e recebeu o nome de Amni® Virus-Bac OFF. 

    Esse fio de poliamida funcional bloqueia a contaminação cruzada entre os artigos têxteis e o usuário, evitando assim que a roupa seja veículo de transmissão de vírus e bactérias que podem estar em uma superfície têxtil.  

    No processo de desenvolvimento foram pesquisadas várias alternativas de tecido para ser usado em cada item. O grande problema é que as soluções disponíveis - e até mesmo as em desenvolvimento já anunciadas - garantem uma proteção entre 20 e 50 lavagens. O que pesou na escolha do tecido da Coltex foi a garantia de proteção para quem gosta de usar as mesmas peças de roupa por um bom tempo, mesmo após várias lavagens. 

    > Bares e restaurantes de Joinville estimam recuperação total apenas em 2022

    Os tecidos que possuem esse fio antiviral foi fornecido pela Coltex Têxtil, que submeteu as peças a testes de laboratório, que seguiram os protocolos internacionais da norma ISO 18184 (Determination os Antiviral Activity of Textile Products) e ação antibacteriana comprovada de acordo com as normas têxteis internacionais AATCC100. 

     A ação que bloqueia o vírus se dá em razão da atuação do agente antiviral presente na matriz polimérica do fio de poliamida Rhodia. Isto impede a hospedagem em células humanas, bloqueando a contaminação. O agente viral também tem atuação no envelope lipídico (gordura) do vírus envelopado. Quando acontece este rompimento, o material genético do vírus é exposto e o Coronavírus é inativado. Com isso, sua replicação torna-se inviável.  

    A ação antibactericida do kit Hope Fashion é algo necessário para este tipo de produto. Pois uma bactéria pode ser considerada possível célula hospedeira para um vírus. Isto permite que uma roupa não tenha mau cheiro mesmo com frequente uso. Entretanto, este aspecto não o dispensa sua higienização. 

    O kit Hope Fashion é uma iniciativa da união de grupo de empresários e voluntários da cidade de Joinville, que ganharam força assim que a pandemia da COVID-19 foi decretada pela Organização Mundial da Saúde. A mais conhecida dessas ações foi liderada pelos empresários Jonas do Carmo e Eduardo Borba. 

    Dono de uma confecção local, a Beetêxtil, Jonas viu suas encomendas diminuírem com o início da quarentena e começou a vender máscaras cujo lucro foi direcionado para o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina. Por essa razão o nome do produto foi “HeroMask”. 

    O sucesso foi tão grande que ele convenceu outros cinco concorrentes a se aliarem na causa. Foram vendidas mais de 60 mil máscaras e os bombeiros receberam R$ 25 mil de doações com a venda dos artigos. As máscaras e camisetas masculinas e femininas que fazem parte do catálogo entraram em pré-venda pelo site

    ​> Receba notícias de Joinville e da região Norte de SC por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do AN

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas