nsc
    nsc

    Reajuste

    Preço da gasolina vai subir e alta imediata pode ser de 6 centavos por litro

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    13/08/2020 - 09h35
    Gasolina vai ficar mais cara ainda nesta semana
    Gasolina vai ficar mais cara ainda nesta semana (Foto: Diorgenes Pandini, NSC Total)

    O preço dos combustíveis vai aumentar ainda nesta semana para o consumidor final. A Petrobras elevou os valores da gasolina em 4%, e do diesel, em 2%. As distribuidoras também farão repasse aos donos de postos. Para o cliente, na ponta, isso significará acréscimo de 6 centavos por litro, no caso da gasolina; e de 3 centavos a mais para quem abastece o veículo com diesel.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

    O presidente do Sindipetro, Luiz Amin, entende que o aumento de preços sinaliza melhora dos indicadores econômicos.

    - O que a Petrobras está fazendo é elevar suas margens, ao perceber que a economia está reagindo; portanto, o brasileiro está de volta aos mercados. Os donos de postos vão, sim, repassar o aumento para o preço final porque as margens do negócio são muito pequenas.

    Amin afirma que a nova gasolina, com 93 octanas, vai chegar aos postos até setembro. Trata-se de um produto de melhor qualidade. A gasolina atualmente comercializada tem 87 octanas e vai desaparecer do mercado. O novo produto vai melhorar o rendimento do carro.

    O presidente do Sindipetro acredita que o preço do litro pode ficar 4 centavos mais alto em razão da mudança. Quer dizer: o consumidor vai sentir no bolso os efeitos de duas altas no preço doa gasolina em curto espaço de tempo.

    Mesmo enxergando ambiente macroeconômico mais favorável - vendas do varejo tiveram forte reação, como mostrou o IBGE - o volume de combustíveis vendido nos 96 postos de Joinville continua de 25% a 30% inferior ena comparação com o que girava no ano passado.

    Atualmente, os postos locais vendem aproximadamente 12 milhões de litros de combustíveis por mês, anota o Sindipetro.

    Leia também:

    > Receita da Tupy, em Joinville, cai 54% no segundo trimestre de 2020

    > Setor de tecnologia tem 5 mil empreendedores e fatura R$ 2,6 bilhões em Joinville

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas