nsc
    nsc

    Eleições EUA

    Vitoria de Biden abre espaço para SC aumentar negócios com Estados Unidos

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    07/11/2020 - 16h09
    Joe Biden é eleito presidente dos Estados Unidos
    Joe Biden é eleito presidente dos Estados Unidos (Foto: Angela Weiss, AFP)

    O resultado das eleições nos EUA, com a vitória de Joe Biden, criará ambiente favorável a negociações comerciais no âmbito da Organização Mundial do Comércio e tende a abrir possibilidades para o incremento de negócios entre empresas catarinenses e norte americanas.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

    A presidente da câmara de comércio exterior da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Maria Teresa Bustamante, conta que a entidade empresarial e o consulado dos Estados Unidos conversam para identificarem componentes e matérias primas de indústrias catarinenses que possam atender necessidades de empresas norte americanas e, assim, estimularem as nossas exportações.

    Indústrias catarinenses têm qualidade para abastecer o mercado dos Estados Unidos em diferentes áreas. E o desenvolvimento de novos processos e de tecnologias, com parcerias com startups, ajuda nessa direção.

    > Trump volta a questionar apuração, e Biden quer contar "cada voto"

    Maite Bustamante explica que o Brasil tem o desafio de estabelecer uma política ambiental clara - e será fortemente cobrado em relação a esse ponto. Afinal, como é obvio, Estados e governos pautam suas ações em função de interesses e isso independe de haver, ou não, uma proximidade pessoal entre Biden e Bolsonaro.

    > “Serei um presidente para todos os americanos”, diz Biden após vitória

    No contexto global, a administração democrata deverá reativar a participação dos Estados Unidos nas negociações dentro da Organização Mundial do Comércio, principalmente em pontos sensíveis como dumping, barreiras protecionistas e litígios comerciais - que estão paradas há três anos porque Donald Trump retirou os representantes da mesa de negociações.

    Maite também avalia que o momento será mais positivo para os negócios brasileiros na medida em que o governo norte americano se aproximar da União Européia. Está em jogo, também, a possibilidade efetiva de assinatura de acordo entre Mercosul e União Européia.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas