nsc

publicidade

Emoções no JN 50 anos

"De volta ao futuro" na redação do Jornal Nacional

Compartilhe

Mário
Por Mário Motta
28/11/2019 - 07h53 - Atualizada em: 28/11/2019 - 09h31
Voltando à minha juventude e à infância dele (Foto: Fernando Gueiros)
Voltando à minha juventude e à infância dele (Foto: Fernando Gueiros)

Tenho pensado muito, em como expressar meu agradecimento pela experiência única que me proporciona essa vinda ao Rio de Janeiro, com o privilégio e a responsabilidade de apresentar o Jornal Nacional, na série de celebrações de seus 50 anos na Rede Globo.

Acho que essa frase traduz um pouco desse emaranhado de emoções que me invade:

“A responsabilidade por estar na bancada do JN, só não é maior do que a minha emoção, especialmente por representar todos os demais âncoras das afiliadas que ainda não tiveram esse privilégio”.

No entanto, além do impacto de entrar na redação (literalmente grande) do Jornal Nacional, que abraça o palco e a bancada que recebe diariamente William Bonner e Renata Vasconcelos, ainda vivenciei uma emoção única de reencontrar um “menino” que literalmente vi nascer para a vida e para as comunicações: repórter da Rede Globo - Pedro Bassan.

Me veio à lembrança os primeiros momentos de sua infância e tão logo iniciou a fala e o caminhar, já corria pelos corredores, escadas e estúdios da Rádio Piratininga de Tupã (interior paulista) ao lado do pai (Pedro Mudrey Bassan - um amigo de longa data que nos deixou recentemente), que além de brilhante advogado e vereador na cidade, exercitava a paixão como "comentarista esportivo" na cobertura do Tupã FC pelas divisões do Campeonato Paulista de Futebol ao nosso lado.

Muitas histórias para recordar.
Muitas histórias para recordar.
(Foto: )

Pedrinho já exercitava sua paixão pela comunicação na mais tenra idade e brincava de locutor sofrendo a bronca pelo barulho que fazia quando abriam o microfone do programa que eu apresentava e captava seus grunhidos infantis.

E agora, algumas décadas depois, vou reencontrá-lo e recebo dele o mesmo carinho com que seu pai me tratou quando iniciei minha carreira em rádio.

Essa foi mais uma emoção que vivenciei ao chegar para a preparação necessária e altamente profissional pela qual estamos passando aqui no Rio de Janeiro.

Tudo isso para sermos recebidos sexta feira no Jornal Nacional, que apresentaremos na íntegra (eu e Lídia Pace da InterTV Cabogi de Natal/RN) com muito orgulho sábado (30.11).

Conto com sua sintonia e com uma energia tão boa e sincera quanto a que recebi do meu querido amigo Pedrinho Bassan.

“Voltei ao futuro” (que ele representa) ao abraçá-lo na redação do JN 50 ANOS.

Leia as últimas notícias do NSC Total

Assine o NSC Total para ter acesso ilimitado ao melhor conteúdo de Santa Catarina e aproveitar os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Mário Motta

Colunista

Mário Motta

Informação de relevância e opinião sobre o que acontece na Grande Florianópolis com todo o carisma e credibilidade de Mário Motta.

siga Mário Motta

publicidade