O ex-senador Paulo Bauer (PSDB) pediu exoneração do cargo de Assessor Especial da Casa Civil da Presidência da República para concorrer à prefeitura de Joinville nas eleições de outubro deste ano. Em mensagem que está dirigindo a amigos, autoridades e imprensa, o ex-vice-governador de Santa Catarina explica as razões da saída do governo. Confira comunicado na íntegra:

Continua depois da publicidade

"Informo à meus amigos, às lideranças e autoridades, à imprensa, aos companheiras e companheiros de partido e especialmente aos catarinenses que, na data de hoje (04/02-3ª feira), solicitei ao Ministro Onyx Lorenzoni a exoneração do cargo que ocupo na Casa Civil da Presidência da República.

Reestruturação administrativa interna que está em andamento na Casa Civil me obrigaria a permanecer integralmente em Brasília, tornando minhas viagens à SC restritas, o que seria incompatível com a necessidade de convivência com meus filhos e demais familiares; com atividades empresariais que pretendo desenvolver e especialmente com as ações políticas que desejo realizar em Joinville, onde avalio a possibilidade de uma candidatura a Prefeito Municipal.

Liberado do compromisso de trabalho em Brasília terei mais liberdade e tempo para tratar de projetos pessoais e políticos sem deixar de atender e apoiar as reivindicações dos municípios e instituições catarinenses que necessitarem de minha interveniência junto ao Presidente Jair Bolsonaro e integrantes do Governo Federal, com os quais 'construí' excelente relacionamento neste período de participação na administração e também, em muitos casos, anteriormente.

Me sinto honrado, agradecido e realizado por ter contribuído com o Governo Federal neste 1º ano da gestão Bolsonaro, colaborando na 'reconstrução' do nosso Brasil. Paulo Bauer."

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total