nsc
    nsc

    Cenário eleitoral

    Sucessão em Florianópolis movimenta partidos e candidatos

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    13/03/2020 - 18h45 - Atualizada em: 13/03/2020 - 18h47

    Conversas entre dirigentes partidários e possíveis candidatos à prefeitura de Florianópolis tem movimentado os bastidores políticos neste período pró-carnavalesco.

    O prefeito Gean Loureiro deixou o MDB e se filiou ao Democratas. Com isto, perdeu o apoio do padrinho Dário Berger, que trabalha em outras alternativas.

    Há especulações de que Dário Berger e Esperidião Amin estão mais próximos e que cogitam de um projeto comum com aliança em Florianópolis para disputar contra Gean Loureiro. A reaproximação dos dois senadores começou no ano passado, quando Berger votou abertamente pela eleição de Amin na presidência do Senado Federal. De lá para cá, os dois têm conversado muito e afinado o discurso em defesa de projetos e recursos de interesse de Santa Catarina.

    Outra especulação que se espalhou nos últimos dias indica a possibilidade da candidatura da deputada federal Angela Amin (PP) à prefeitura da Capital em 4 de outubro de 2020. A ex-prefeita não confirma e nem desmente, mas tem conversado muito ultimamente com vários interlocutores. Em algumas destas articulações, Angela Amin tem proposto a formação de um projeto comum, uma alternativa à atual gestão, mas sem falar em nome ou candidaturas.

    O fato mais recente nos bastidores revela que o PSD já teria selado um acordo com o DEM para apoiar a reeleição de Gean Loureiro. Se tal informação for confirmada, o atual prefeito terá um reforço significativo em seu projeto político.

    No outro lado das articulações, os partidos de esquerda. Segundo o presidente estadual do PDT, Manoel Dias, há negociações para constituição de uma Frente Popular nos maiores municípios de Santa Catarina. Estes encontros têm reunido o PDT, o PT, o PSB, o PCdoB e o PSol.

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas