nsc
    nsc

    Atividade econômica

    Coronavírus: transporte público e comércio em geral não voltam nesta semana, diz governador 

    Compartilhe

    Por Pancho
    07/04/2020 - 06h50 - Atualizada em: 08/04/2020 - 05h14
    Carlos Moisés
    Carlos Moisés (E) durante a entrevista coletiva desta segunda-feira. Foto: Mauricio Vieira, divulgação

    Transporte público e comércio geral não serão retomados nesta semana, segundo o o governador Carlos Moisés (PSL). A afirmação foi dada durante a entrevista coletiva do início da noite de segunda-feira (6) em que ele e secretários falaram sobre o combate à proliferação do novo coronavírus. Moisés deu a entender que não sabe quando as atividades serão liberadas.

    — A gente entende que a liberação geral hoje, ela é precoce.

    Moisés também explicou que liberou algumas casas que vendem chocolates em função da Páscoa, principalmente as que estão em vias públicas e não em shopping ou centros comerciais. A ideia é evitar aglomeração nesses espaços.

    A população tem questionado muito sobre a volta da circulação dos ônibus, tanto em Blumenau como em outras cidades. Como muitos trabalhadores retornaram ao trabalho na semana que passou, eles se queixam da despesa extra que surgiu com táxi e serviços de transporte por aplicativo.

    — As duas próximas semanas serão semanas de pico em todo o Brasil e a gente não tem segurança epidemiológica para liberar esse ramo de atividade. É um ramo que reúne pessoas, tem muito contato físico com equipamentos, com peças e as pessoas vão acabar se contaminando intensamente — explicou o governador.

    Tanto o transporte público quanto o comércio em geral estão suspensos em Santa Catarina desde o dia 18 de março, quando começou a vigorar o decreto 515. O documento declarou situação de emergência em todo o território catarinense para fins de prevenção e enfrentamento à epidemia da COVID-19.

    Em decretos posteriores o governador liberou o comércio de material de construção civil e de chocolates. Supermercados e farmácias foram considerados serviços essenciais e por isso foram mantidos.

    Leia mais:

    SC tem mais 4 mortes por coronavírus e quarentena é prorrogada por mais 5 dias

    Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Entre no grupo do Santa

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas