A antiga fábrica da MalhaSoft, empresa têxtil de Blumenau que teve a falência decretada no ano passado, vai mais uma vez a leilão. Por determinação judicial, uma nova tentativa de venda do parque fabril na Rua Bahia, no bairro Passo Manso, acontecerá no dia 9 de agosto.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Em leilão que ocorreu em abril, ninguém se interessou pelo imóvel, que tem cerca de 10 mil metros quadrados de área construída em um terreno de 50 mil metros quadrados. Na ocasião, no entanto, o ativo estava avaliado em R$ 24 milhões. Desta vez, poderá ser arrematado por praticamente metade do valor: R$ 12,2 milhões.

A redução da pedida, normal quando a primeira tentativa não desperta interesse no mercado, faz o leiloeiro responsável, Paulo Pizzolatti, acreditar que, agora, é possível sair negócio. Ele já havia relatado à coluna que considerava o preço original alto demais por causa do estado das instalações, que estão em ruínas.

Segundo Pizzolatti, há “vários interessados”, inclusive de fora do Estado.

Continua depois da publicidade

Especializada em beneficiamento têxtil, a MalhaSoft ficou cinco anos em recuperação judicial até ter a falência decretada. Entre 350 e 400 ex-funcionários ainda têm direitos a receber da empresa, segundo o Sintrafite, sindicato que representa a categoria. O valor arrecadado no leilão, se houver arrematação, deve ser usado para quitar pendências trabalhistas.

Leia também

Ampliação da Escola Barão prevê solução para problema histórico do trânsito de Blumenau

Empresa de SC que produz aromas para sorvetes vai investir R$ 22 milhões em tecnologia

Farm, marca de moda “irmã” da Hering, vai abrir primeira loja em Blumenau

TIM planeja ampliar cobertura da internet 5G em Blumenau

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp

Destaques do NSC Total