publicidade

Pedro

Construção civil

Bairro Vila Nova lidera ranking de metros quadrados construídos em Blumenau

Compartilhe

Por Pedro Machado
19/07/2019 - 11h29 - Atualizada em: 19/07/2019 - 11h29
Verticalização do bairro se intensificou nos últimos anos (Foto: Patrick Rodrigues)

Não é apenas a olhos vistos que a verticalização da Vila Nova, em Blumenau, chama a atenção. Dos cerca de 1,7 mil alvarás multifamiliares – que inclui prédios e casas geminadas – liberados para projetos de construção na cidade nos últimos cinco anos, contados deste mês de julho para trás, o bairro figura no topo quando o assunto é metragem: foram 157 mil metros quadrados erguidos. Na sequência aparecem a Velha (129 mil m²), Ponta Aguda (116 mil m²), Água Verde (106 mil m²) e Itoupava Central (104 mil m²). Os dados são da Secretaria de Planejamento Urbano, em levantamento feito a pedido da coluna.

O desempenho não surpreende o presidente do Sindicato da Indústria de Construção Civil de Blumenau (Sinduscon). Embora acredite que a densidade demográfica da região central ainda é relativamente baixa, o que abriria espaço para mais projetos residenciais, Marcos Bellicanta avalia que mudanças feitas no plano diretor da cidade em 2010, somadas a uma oferta limitada de terrenos disponíveis, restringiram o potencial construtivo do Centro. As construtoras, então, buscaram o que ele chama de “primeiro grande entorno”:

— O que aconteceu foi o deslocamento da oferta para o primeiro cinturão próximo do Centro.

Além da Vila Nova, Bellicanta cita o bairro Itoupava Seca e as proximidades da Vila Germânica como os principais alvos do segmento nos últimos anos. Uma projeção interna do Sinduscon estima que cerca da metade dos lançamentos feitos na cidade desde 2014 estão nessas áreas. Já a Itoupava Central, uma espécie de “intrusa” no top 5, figura na relação por uma característica peculiar: lá estão muitos projetos do Minha Casa, Minha Vida. Afastado da região central, o bairro tem mais ofertas de terrenos baratos, o que viabiliza construções de apelo mais popular.

Aliás

A valorização imobiliária da Vila Nova tem outra consequência. Nos últimos anos, cresceu o número de prestadores de serviços e comércios instalados nas ruas do bairro. As alternativas gastronômicas estão entre os destaques.

Deixe seu comentário:

publicidade