A Blukit, fabricante de produtos hidráulicos e acessórios para cozinhas e banheiros, acionou no final de maio a sua “usina” de geração de energia limpa e renovável. A empresa instalou 2,2 mil placas fotovoltaicas no telhado da unidade de plásticos localizada no bairro Itoupavazinha, em Blumenau. 

Continua depois da publicidade

O projeto foi executado pela Quantum Engenharia e os equipamentos seriam capazes de abastecer, por mês, 610 residências que consomem até 150 kWh, segundo Julio Cesar Ferreira da Silva, gerente do departamento de Energia Solar da Quantum.

O investimento feito pela Blukit foi de cerca de R$ 4 milhões, explica o diretor comercial Ronaldo Fagundes, com expectativa de que ele seja pago entre três e quatro anos. Com geração própria, a empresa projeta reduzir pela metade a conta de energia, que hoje gira na casa dos R$ 300 mil. São, portanto, R$ 150 mil de economia mensal.

O projeto feito pela Blukit, nesta modalidade de painéis instalados no telhado, está entre os 15 maiores do Brasil, diz Fagundes. Ele levou seis meses para ser executado. Mesmo em meio à pandemia, a empresa, segundo o executivo, conseguiu se manter capitalizada e não precisou rever os planos. 

As vendas sofreram um pequeno baque na segunda quinzena de março, quando saiu o decreto da quarentena em Santa Catarina, mas começaram a se recuperar em abril e maio. Como muitas pessoas estão mais tempo em casa, aumentou a demanda por reparos, área em que a Blukit é forte com sua linha de produtos.

Continua depois da publicidade

Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por “Pedro Machado | NSC” dentro do aplicativo.

Destaques do NSC Total