publicidade

Navegue por
Pedro

FESTAS DE OUTUBRO

Cervejarias artesanais defendem novas regras para participação na Oktoberfest

Compartilhe

Por Pedro Machado
20/07/2019 - 12h01 - Atualizada em: 20/07/2019 - 12h01
Foto: Patrick Rodrigues, BD

A recém-criada Associação Vale da Cerveja, que reúne 10 cervejarias das cidades de Blumenau, Gaspar, Indaial, Timbó e Pomerode, colocou entre suas metas a negociação, junto à Secretaria de Turismo e Lazer, de condições mais favoráveis para a participação de empresas da região na Oktoberfest. Há um entendimento do grupo de que os custos envolvidos para figurar na festa nem sempre são compensadores.

O edital da licitação que vai selecionar as cervejarias artesanais que ocuparão espaços na Vila Germânica neste e no próximo ano foi lançado nesta semana. Serão sete pontos destinados aos produtores locais – só podem participar fabricantes que tenham sede e produção em cidades abrangidas pela Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi).

O edital estabelece que as cervejarias precisam repassar 15% do valor das vendas à Vila Germânica. As licitantes também devem arcar com uma taxa de serviços bancários de 6,5%, relativas às compras feitas com cartão. Há ainda custos relacionados à oferta pelos pontos disponíveis – a partir de R$ 16 mil – e à montagem dos estandes. Além disso, as marcas precisam fornecer uma quantidade de chope gratuitamente para ações de divulgação do evento feitas pela Vila Germânica.

Para Daniel Reginatto, presidente da Associação Vale da Cerveja, os custos dificultam a participação das cervejarias. Ele defende que ao menos a taxa sobre as vendas de chope durante a festa repassada pela Vila Germânica diminua dos atuais 15% para 7% ou 8%. Mas como as regras para a Oktoberfest deste ano e de 2020 já estão definidas, eventual mudança só valeria para a edição de 2021.

O diretor financeiro e administrativo da Vila Germânica, Guilherme Guenther, diz que a direção do parque está aberta para conversas. Reforça que o custo dos pontos já diminuiu nos últimos anos e que o repasse sobre as vendas feito pelas artesanais, de 15%, já é menor do que a taxa cobrada da Eisenbahn, a cervejaria oficial, que chega a 18%.

Aliás

Serão conhecidas no dia 2 de agosto as cervejarias artesanais que participarão da Oktoberfest deste ano. Apesar de sete pontos estarem à disposição, o número de marcas que estarão na festa é incerto porque o edital prevê que ciganas podem dividir espaço com a cervejaria que produz as suas bebidas.

Museu da Cerveja

A Associação Vale da Cerveja planeja fazer uma proposta para assumir a gestão do Museu da Cerveja de Blumenau. O espaço estará contemplado no pacote de concessões que a prefeitura irá lançar nos próximos dias.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação