nsc
    nsc

    Perfil

    Ele venceu as drogas para se tornar o empresário "rei dos cartuchos"

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    02/11/2019 - 16h18 - Atualizada em: 02/11/2019 - 16h28
    David William
    David William do Nascimento: de infância difícil a empreendedor (Foto: Patrick Rodrigues)

    Aos 36 anos, o empresário David William do Nascimento mantém 11 colaboradores na sua loja de cartuchos e toners no bairro Água Verde, em Blumenau, soma 3 mil clientes ativos e até se arrisca como garoto-propaganda do negócio em outdoors espalhados pelas redondezas. A vida hoje é mais tranquila, mas nem sempre foi assim. William, como é mais conhecido, tinha tudo para dar errado.

    De origem humilde, com a responsabilidade de ser o mais velho de cinco irmãos, rejeitado pelo pai biológico e agredido pelo padrasto, ele conheceu as drogas aos 13 anos. Primeiro, álcool e maconha. Depois vieram o crack e a cocaína. Nesta época ele chegou até a ser fichado por um episódio de furto a um supermercado.

    Graças a uma combinação de determinação em mudar de vida e ajuda de pessoas próximas dispostas a dar a mão, a história de William começou a mudar. As drogas ele largou depois de começar a frequentar um grupo de pessoas que se reunia para ler a Bíblia. Logo arrumou emprego em uma gráfica de Blumenau, cuja dona bancou seus estudos no segundo grau.

    Foi neste ramo que ele se encontrou. Começou representando uma loja de cartuchos, mas logo decidiu empreender. Com uma ajuda financeira da mãe diarista, a quem chama de “investidora-anjo”, William começou a reciclar cartuchos em casa, apresentando-se à clientela como “rei dos cartuchos”. Algumas pessoas riram disso. Ele não se importava.

    Diante de tanta insistência, o nome pegou e foi usado para batizar a loja que ele mantém há 13 anos. Há projeto de expansão, com a abertura de uma nova unidade no Centro de Blumenau, mas o empresário também tem outros planos: repassar uma mensagem de esperança ao mostrar que, assim como ele, gente que enfrenta dificuldades também pode dar a volta por cima.

    — Tenho um sonho de palestrar para as pessoas — planeja.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas