nsc

publicidade

Pedro

Negócios

México pode importar carne de pato produzida por empresa de Indaial

Compartilhe

Por Pedro Machado
15/09/2019 - 22h55
A Villa Germania é a maior exportadora de carne de pato da América Latina (Foto: Divulgação)

A Villa Germania, maior exportadora de pato da América Latina, com sede em Indaial, está trabalhando para ampliar mercados. Recentemente recebeu uma inspeção de mexicanos interessados em comprar a proteína. Países como Canadá, Cingapura e China também estão no alvo, segundo o diretor Marcondes Moser.

A empresa quer diversificar as vendas. No início do ano, sofreu um duro baque nas finanças após a Arábia Saudita, seu principal cliente, decidir suspender as importações de aves vindas do Brasil. O embargo durou cerca de três meses, provocando uma perda avaliada em R$ 5 milhões. Após muitas negociações, envolvendo entidades representativas, clientes e governo federal, as exportações para os árabes foram retomadas em abril.

Balanço

A receita operacional líquida da Altona cresceu 37% no segundo trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2018, passando de R$ 57,6 milhões para R$ 78,9 milhões. Os números constam em balanço publicado pela empresa. O desempenho foi afetado principalmente pela venda de mais uma parte de um terreno que a metalúrgica possui em Barra Velha para a varejista Havan, em negócio de cerca de R$ 19 milhões.

Terreno

Aliás, conselheiros da Altona defendem que eventual nova oferta pelo terreno que a empresa tem em Barra Velha seja pela totalidade da área, e não mais por partes dela. A Havan já comprou algumas fatias do espaço pensando na expansão do seu centro de distribuição.

Expansão no varejo

Em expansão no varejo, a Marisol acaba de inaugurar nova loja de moda infantil no Brava Mall, shopping de alto padrão de Itajaí. O espaço tem mais de 2 mil itens, a maioria ligados aos personagens Lilica Ripilica e Tigor T. Tigre. Até o final do ano, outros nove pontos de venda serão abertos em todo o país.

Deixe seu comentário:

publicidade