nsc
    nsc

    Mobilidade urbana

    Pedido de aditivo trava obra de novo terminal de ônibus em Blumenau

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    08/08/2020 - 11h13 - Atualizada em: 08/08/2020 - 11h15
    Obras paradas no Terminal Oeste
    Trabalhos na estrutura da Água Verde foram interrompidos em julho (Foto: Patrick Rodrigues, BD)

    Máquinas e operários já não são vistos em ação no canteiro de obras do futuro terminal de ônibus Oeste, no bairro Água Verde, em Blumenau. Os trabalhos foram interrompidos em julho depois que a construtora responsável reivindicou uma atualização de valores. Um novo aditivo do contrato está sendo analisado pela Procuradoria Geral do município e também deve passar pelo crivo do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

    > Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

    Segundo a secretaria de Obras, o projeto original precisou ser alterado. Detonação de rochas, implantação de uma galeria e desvio de um ribeirão que passa pelo terreno, não previstos inicialmente, deixaram os trabalhos mais caros. Negociações envolvendo desapropriações também se estenderam mais do que se imaginava.

    A construção do Terminal Oeste está na mesma licitação do Terminal Norte. A estrutura do bairro Itoupava Central, por outro lado, já é considerada entregue pela secretaria de Obras. Ambas fazem parte do pacote de intervenções na mobilidade urbana da cidade financiadas com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento, o BID.

    Se novo aditivo for assinado, não será o primeiro. O contrato para a construção das duas estruturas foi firmado em 9 de agosto de 2017, à época avaliado em R$ 29,8 milhões. Desde então, atualização de valores e intervenções inesperadas elevaram o montante para R$ 44 milhões e também adiaram a entrega.

    Obras paradas no Terminal Oeste
    Mudanças no projeto original fizeram construtora pedir atualização de valores
    (Foto: )

    Em maio, a prefeitura anunciou que o BID aceitou prorrogar mais uma vez o prazo de entrega das obras de mobilidade urbana de Blumenau, desta vez para 22 de dezembro. O motivo alegado na época foi a pandemia do novo coronavírus, que chegou a paralisar os trabalhos e dificultou a chegada de insumos.

    Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas