nsc
    nsc

    PPPs

    Projeto da iniciativa privada prevê revitalização do Parque Ramiro Ruediger

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    19/02/2018 - 15h40 - Atualizada em: 19/02/2018 - 17h15
    Ramiro
    Proposta cria novas estruturas no parque
    (Foto: )

    Cercado de mistério, será apresentado nesta quarta-feira um projeto de revitalização do Parque Ramiro Ruediger. A proposta vem da iniciativa privada e se configura no primeiro procedimento de manifestação de interesse (PMI) no âmbito do Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas, criado por lei na reta final do ano passado. Na época, o prefeito Napoleão Bernardes destacava que as PPPs eram a melhor maneira de suprir a carência de recursos para investimentos do poder público.

    ​​​​​​​​​Curta Pedro Machado no Facebook​​​​​​​​​​​​

    ​Leia mais publicações de Pedro Machado​​​​​​​​

    O que se sabe até agora é que a ideia é da Beluga Estruturadora de Negócios, empresa de Balneário Camboriú ligada ao ramo hoteleiro e responsável pela estruturação de um hotel da Intercity em Blumenau, que será construído às margens da Via Expressa. O escritório Nemetz & Kuhnen Advocacia está prestando assessoria aos investidores.

    O projeto prevê a implantação de cervejaria, praça de alimentação, pedalinho e até tirolesa que cruzaria a área de extensão do Ramiro, além de novas quadras de esportes, banheiros, vestiários e playgrounds.

    Conhecida em detalhes, a proposta será analisada pela prefeitura, que decidirá se abre ou não uma licitação para a concessão do espaço – o poder público tem a prerrogativa, inclusive, de propor alterações no modelo apresentado. Ou seja, é coisa para alguns meses ainda. Lançado o edital, outras empresas além da autora da PMI poderão participar do processo. A vencedora, caso não seja a Beluga, teria de arcar com os custos da elaboração do projeto.

    Ainda não se sabe qual seria exatamente o tamanho do investimento necessário, mas a própria lei sancionada em 2017 dá um parâmetro inicial. O texto veda a celebração de contratos de PPPs cujo valor seja inferior a R$ 10 milhões.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas