O Sesi-SC planeja construir uma nova escola em Blumenau para até 1,2 mil alunos. Um prédio de quatro andares está previsto para a Rua Max Hering, nos fundos das atuais instalações do Senai. É naquela mesma área no bairro Victor Konder – embora em terrenos diferentes – que a Fiesc pretende erguer também um edifício de dois pavimentos que irá abrigar um instituto de tecnologia voltado às áreas têxtil, de confecção e design, uma unidade de educação profissional ligada à moda e vestuário e um centro universitário.

Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

O projeto da nova Escola S já está praticamente concluído. Faltam ainda estudos complementares, que serão contratados via licitação marcada para o dia 12 de dezembro. A estrutura terá uma área estimada de 8,4 mil metros quadrados, incluindo quadras esportivas e instalações de apoio, e promete proporcionar uma “jornada completa da educação básica”, diz Silvia de Pieri, gerente executiva da entidade para o Vale do Itajaí.

Hoje o Sesi já oferece ensino médio da Escola S dentro do Senai. São 12 turmas com cerca de 500 alunos, que serão absorvidos pela nova estrutura. Com isso, a ideia é abrir, de forma progressiva, mais 700 novas vagas para crianças a partir de cinco anos que estejam no último estágio da educação infantil.
Em um primeiro momento, explica Silvia, serão formadas turmas para o primeiro e segundo anos do ensino fundamental. Conforme os estudantes forem avançando de fase, as séries seguintes começarão a ser criadas, com as anteriores sendo preenchidas por meio de novas matrículas.

A proposta pedagógica deve abranger um ensino integral – há necessidade das famílias que a criança fique o dia todo na escola, diz Silvia –, com olhar especial para as demandas da indústria. Além da educação básica, a nova estrutura vai incorporar também o Espaço Maker de robótica, que hoje funciona no Complexo Esportivo do Sesi, e as atividades da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Continua depois da publicidade

A construção da nova unidade de ensino integra um pacote de investimentos de R$ 90 milhões previstos pela Fiesc nas estruturas do Sesi e do Senai instaladas em Blumenau. No caso da Escola S, o recurso virá da venda do Complexo do Sesi para a prefeitura. As condições do negócio já foram acertadas pelas partes, mas o pagamento de R$ 31,3 milhões ainda não foi feito.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp ou Telegram

Acesse também

Hospital de Blumenau “troca” passarela por viaduto em projeto de ampliação

Nova Praça das Rosas de Blumenau é inaugurada sem as lojas, que ficarão para 2023

Plano contra enchente faz novo Museu do Futebol em Blumenau ficar para 2023

Globo Repórter destaca águas de SC que aliviam dores e também revela o poder da ciência

Dinheiro do governo de SC foi insuficiente para melhorar condição geral das BRs, aponta estudo

Destaques do NSC Total