nsc
nsc

Emprego

Salário de R$ 3 mil e benefícios: empresa de TI de Blumenau abre programa de formação

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
01/09/2020 - 10h44
Tecnologia da informação
Responsável pelo treinamento já desenvolveu programa semelhante para outras empresas, como a HBSIS (Foto: Patrick Rodrigues, BD)

A Pública Tecnologia, empresa de Blumenau especializada no desenvolvimento de softwares para gestão pública, abriu inscrições para um programa de formação de programadores. São 10 vagas, com salário de R$ 3 mil durante três meses de capacitação, podendo subir para R$ 3,5 mil depois desse período em caso de efetivação.

> Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

Outros benefícios incluem seguro de vida, convênio com farmácia e vale-alimentação de R$ 22 por dia útil de trabalho. Os interessados podem se candidatar até o dia 18 de setembro no site do programa, onde também estão disponíveis mais informações.

O treinamento será conduzido pela ProWay, que tem larga experiência no ramo - a empresa já fez programas semelhantes para empresas como T-Systems, HBSIS, Serasa e Philips, além de ser responsável pelos cursos do Entra21, do Blusoft. 

Os candidatos precisam ter mais de 16 anos e algum conhecimento prévio em programação, preferencialmente Java. Os inscritos passarão por um processo seletivo, que inclui, além da análise de currículos e entrevistas, testes de lógica e personalidade. Os selecionados receberão 400 horas de treinamento, entre outubro e janeiro do ano que vem.

Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por "Pedro Machado | NSC" dentro do aplicativo.

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas