nsc
    nsc

    Empresas

    WEG "escapa" do coronavírus e tem lucro 43% maior no primeiro trimestre

    Compartilhe

    Pedro
    Por Pedro Machado
    30/04/2020 - 13h09 - Atualizada em: 30/04/2020 - 13h10
    WEG
    Empresa destacou bom desempenho em praticamente todas as áreas (Foto: Maykon Lammerhirt, BD)

    Pelo menos nas demonstrações financeiras, a WEG passou o primeiro trimestre deste ano ilesa dos impactos da pandemia do novo coronavírus. A companhia de Jaraguá do Sul, que tem unidade em Blumenau, registrou uma receita líquida de vendas de R$ 3,71 bilhões entre janeiro e março, alta de 26,7% frente ao mesmo período de 2019. O lucro líquido aumentou 43,4%, de R$ 306,8 milhões para R$ 440 milhões.

    ​​​​​​​> Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Em comunicado enviado ao mercado, a WEG destacou que, com exceção das operações da China, que ficaram paralisadas durante boa parte do mês de fevereiro, os negócios foram pouco afetados pela Covid-19 até o fechamento do primeiro trimestre.

    A empresa, por outro lado, admite que impactos são esperados para o restante do ano, embora eles sejam difíceis de mensurar no momento. Motores, tintas e vernizes, produtos classificados como "de ciclo curto", já apresentaram reduções de pedidos na segunda quinzena de março, informou a WEG.

    "É importante ressaltar a solidez do nosso balanço, que hoje registra situação de caixa líquido e que assegura condições favoráveis para suportamos essa crise", diz a companhia.

    Ainda conforme a empresa, o desempenho no primeiro trimestre foi positivo em praticamente todas as áreas. No Brasil, que respondeu por 46% da receita total da WEG no período, segmentos industriais como papel e celulose, mineração, açúcar e álcool tiveram boa demanda, assim como negócios ligados à geração, distribuição e transmissão de energia.

    No exterior, responsável por 54% das vendas, houve boa procura por equipamentos eletrônicos industriais, e a alta do dólar americano contribuiu para o crescimento da receita externa.

    Respiradores

    No final de março, a WEG assinou um acordo de transferência de tecnologia com a empresa Leistung, fabricante de equipamentos médico-hospitalares, para a produção, inicialmente, de 500 respiradores. A expectativa é que eles comecem a ser entregues ainda em maio.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas