nsc
nsc

Tornado

A passagem de uma Supercélula provocou tornados em SC

Compartilhe

Puchalski
Por Puchalski
15/08/2020 - 08h26 - Atualizada em: 15/08/2020 - 11h34
Destruição em Água Doce devido a passagem de um tornado
Destruição em Água Doce devido a passagem de um tornado (Foto: Prefeitura)

Durante a última sexta-feira (14) tivemos a formação de uma supercélula na região do Meio-Oeste de SC. Para que vocês tenham ideia, uma supercélula é uma nuvem cumulonimbus que tem ventos quentes e úmidos ascendentes e ventos frios descendentes. No interior da nuvem, há pequenas rotações de ventos horizontais de pequenas dimensões — 5 a 10 km de diâmetro. Essa condição de dentro da nuvem pode, em alguma oportunidade, ocorrer próximo do solo, trazendo aquele funil característico que chamamos de tornado

> Quer receber notícias por Whatsapp? Inscreva-se aqui

O que ocorreu nesta sexta-feira?

Meteorologicamente tivemos o processo de formação de um centro de baixa pressão do ar. Quando isso ocorre, já temos condições favoráveis para a formação de nuvens carregadas. Fora isso, na sexta (14) tínhamos ventos em altitude do Centro Norte do Brasil que traziam um ar mais úmido e quente. Essa situação favoreceu a formação da supercélula.

VÍDEO: veja o momento em que tornado toca o chão em SC

Abaixo temos a região onde ela passou. Vejam que vai desde a região de Catanduvas até Tangará:

Área de atuação da supercélula
Área de atuação da supercélula
(Foto: )

Esta região sofreu com chuva forte, vento e granizo. Porém, em momentos do deslocamento da supercélula tivemos tornados. Eles ocorreram em áreas de Água Doce, Ibicaré e Tangará.

Dois tornados atingem SC, confirma Defesa Civil

Uma das imagens de radar da Aeronáutica mostra — tons de vermelho — a aproximação desta supercélula sobre a região:

Neste primeiro momento atuando na altura de Água Doce
Neste primeiro momento atuando na altura de Água Doce
(Foto: )

Logo após, em questão de poucos minutos, avançou em direção a Tangará:

Passagem da supercélula por Tangará
Passagem da supercélula por Tangará
(Foto: )

Tipos de destruição

Algumas destruições que ocorrem são bem características de passagem de um tornado. Normalmente, a região atingida tem uma linha reta, a área de atuação não é tão grande e dura poucos minutos. Árvores que não tombam, mas que têm o tronco cortado, é um indicativo. Isso ocorreu no interior de Ibicaré como a imagem abaixo mostra: 

Ibicaré
Ibicaré
(Foto: )

Destruição característica também é quando temos grandes caminhões "empurrados" pela força do vento. Isso aconteceu em Tangará onde se estima ventos de 100 a 130 km/h: 

Tangará
Tangará
(Foto: )

Tornado em Irienópolis

No entanto, muitas vezes temos a imagem do tornado. Foi o que aconteceu no interior de Irineópolis. Como foi numa região de campo, felizmente não tivemos grandes estragos. Uma das imagens de radar na região mostrava a presença da forte instabilidade que gerou o tornado que você vê no vídeo abaixo:

Moradores registram estragos em SC:

Leandro Puchalski

Colunista

Puchalski

Leandro Puchalski é o meteorologista da NSC Comunicação. Explica como os fenômenos climáticos impactam na vida dos catarinenses.

siga Puchalski

Leandro Puchalski

Colunista

Puchalski

Leandro Puchalski é o meteorologista da NSC Comunicação. Explica como os fenômenos climáticos impactam na vida dos catarinenses.

siga Puchalski

Mais colunistas

    Mais colunistas