nsc
nsc

Previsão do tempo

Ciclone deixa SC em alerta para chuva intensa e temporais nesta semana

Compartilhe

Puchalski
Por Puchalski
02/05/2022 - 08h28 - Atualizada em: 02/05/2022 - 08h42
temporal em SC
Temporais atingem SC nesta semana (Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense)

Esta primeira semana de maio traz um alerta muito importante para Santa Catarina. Volumes excessivos de chuva estão previstos num período curto de 3 a 4 dias.

Receba notícias do DC via Telegram

Teremos entre esta segunda (2) e quinta (5) tanto o processo de formação, quanto de maturação de um ciclone entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul. Aqui é importante destacar que no processo de formação de um ciclone o que preocupa é a chuva, e não o vento. Este começa a ocorrer só depois que o ciclone já está formado. Fato que deverá ocorrer só lá por quarta (4) e quinta (5). Por isso, neste primeiro momento as atenções precisam estar voltadas para os altos volumes de chuva previsto.

As regiões mais atingidas pela ordem devem ser: Sul, Serra e Grande Florianópolis. As outras regiões também terão chuva e até em alguns pontos fortes, mas com volumes menores. 

Veja vídeo

ESTIMATIVA DE CHUVA

Para efeito de comparação, trago para vocês o que normalmente chove em maio no Estado. Na maior parte das regiões temos volumes de 90 a 130 mm ficando o Norte e o Oeste com volumes um pouco maiores de 130 a 190 mm.

A questão é que só nesta semana - segunda a quarta - há previsão de duas a três vezes mais chuva que o normal de maio em alguns áreas.

A região que mais preocupa é o Sul já que alguns simuladores estimam algo entre 200 e 350 mm. Pontualmente até mais. Outras duas regiões estão na rota da chuva forte: Serra e Grande Florianópolis. Chuva do mês até o dobro do mês tem chance de ocorrer nestas áreas.

Nas demais regiões, a chuva também estará presente e até forte, mas com volumes um pouco menores.

COMO DEVERÁ OCORRER

Entre esta segunda e a terça (3) teremos muitas nuvens em todas as regiões com previsão de chuva a qualquer hora. Nesta segunda, quem mais tem chance de chuva forte é a Serra e o Sul. Nesta terça, a chuva ocorre a qualquer hora com previsão de ser forte em todas as regiões. Isso se dará pelo processo de formação do ciclone.

Na quarta (4) com o ciclone formado mais na altura do oceano, a chuva ainda estará prevista, mas intercalando com aberturas de sol. A chance de chuva forte ficará mais restrita do Sul a Grande Florianópolis onde também teremos períodos de melhoria.

ATENÇÃO PARA O MAR

Muita atenção com o tamanho das ondas nos próximos dias. A questão do ciclone tem condições de trazer ondas gigantes para a costa de Santa Catarina. Previsão que as ondas comecem a crescer ao longo do final desta segunda - já em torno de 2 metros - mas com pico na terça e início da quarta. Tem previsão de ondas em torno de 3 metros próximo da costa, especialmente nas praias de mar aberto entre Grande Florianópolis e o Sul.

VENTO

Ainda é um pouco cedo para detalhar a questão do vento associado ao ciclone. Primeiro temos que esperar o processo de formação para saber exatamente onde isso deverá ocorrer. Isto porque só a partir de formado que ele começará a trazer vento. No entanto, podemos adiantar que as rajadas deverão ficar mais restritas ao Litoral e áreas próximas. A princípio rajadas de 50 a 70 km/h. Porém, é uma previsão inicial que precisa ser acompanhada.

Leia também:

Ônibus sai da pista e capota na lateral da Via Expressa em Florianópolis; veja vídeo

"Se fiz a inscrição, foi pensando em chegar a reitor da UFSC", diz professor Luiz Felipe Ferreira

Acidente com ônibus da saúde deixa mortos e dezenas de feridos no Paraná

Leandro Puchalski

Colunista

Puchalski

Leandro Puchalski é o meteorologista da NSC Comunicação. Explica como os fenômenos climáticos impactam na vida dos catarinenses.

siga Puchalski

Leandro Puchalski

Colunista

Puchalski

Leandro Puchalski é o meteorologista da NSC Comunicação. Explica como os fenômenos climáticos impactam na vida dos catarinenses.

siga Puchalski

Mais colunistas

    Mais colunistas