Os trabalhadores industriais foram incluídos nos grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19 em SC. A decisão foi tomada na última reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), com representantes das Secretarias de Saúde do Estado e dos municípios. Ficou acertado que as prefeituras começarão a destinar 30% do total de doses recebidas a este público. É último grupo, com previsão de prioridade pelo Ministério da Saúde, a ser contemplado no Estado. 

Continua depois da publicidade

> Mortes de idosos por Covid-19 em SC caem 75% após vacinação, diz Saúde

Segundo a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), são aproximadamente 800 mil trabalhadores no setor. Deste número, mais de 30% já foram vacinados por faixa etária ou comorbidades. 

> SC antecipa vacinação da Covid-19; veja quando você será imunizado

O que precisa para vacinar

Para a comprovação, os trabalhadores industriais terão que apresentar carteira de trabalho ou crachá funcional, ou contracheque com documento de identidade, além da declaração da empresa com indicação de CNAE e da sua descrição. 

Continua depois da publicidade

Na mesma reunião da CIB, foi informado que solicitações feitas por categorias que não estão previstas como prioridade no Programa Nacional de Imunizações (PNI) serão recusadas. Nos últimos dias, o Estado rejeitou 16 pedidos. 

> Secretário faz alerta em meio à euforia por novo calendário de vacinação contra Covid em SC

Paciência 

O ideal era que já tivéssemos vacinas para todos. Como não é o caso, precisamos ter calma. Até porque, pelo novo calendário de imunização do governo, em menos de dois meses toda a população adulta de Santa Catarina vai receber ao menos uma dose. 

Veja o seu dia

Mais de 40 anos – até 8 de julho de 2021

35 a 39 anos – 9 a 22 de julho de 2021

30 a 34 anos – 23 de julho a 5 de agosto de 2021

25 a 29 anos – 6 a 19 de agosto de 2021

18 a 24 anos – 20 a 31 de agosto de 2021

> Janssen, Pfizer e Astrazeneca: SC aguarda quase 380 mil doses da vacina contra Covid

Lembrando que a ordem é a mesma. Do mais velho para o mais novo. Portanto, se você tem 35 anos por exemplo, certamente não será vacinado no dia 9 de julho e sim, possivelmente, mais próximo do dia 22, a depender da velocidade de vacinação de cada município.

O Estado também irá distribuir os imunizantes de acordo com a necessidade de cada prefeitura para que o novo calendário seja respeitado.  

Continua depois da publicidade

Leia também

​​> O que fica proibido e liberado em SC com novo decreto contra Covid-19

> “Não sabia que teria tanta repercussão”, diz Eduardo Leite após se assumir gay; ouça

Destaques do NSC Total