A liberação parcial em todo o trecho do contorno viário da Grande Florianópolis mesmo antes da conclusão dos trabalhos, prevista para dezembro de 2023, será tema de uma reunião nesta sexta-feira (27) às 14h na sede da Aemflo, em São José, na reunião do Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento Sustentável da Grande Florianópolis (COMDES).

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Um documento assinado pelo COMDES, prefeituras de São José, Biguaçu, Palhoça, Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Sindicato dos Engenheiros de Santa Catarina (Senge) e Associação Catarinense de Engenheiros (ACE) pede “que a concessionária concentre todos os esforços na entrega de ao menos uma pista, significando duas faixas de tráfego em todo o trecho, de modo a liberar parte da obra para tráfego em toda a extensão da rodovia, Isto possibilitará uma melhora do tráfego na BR-101 na região e evitará a circulação de caminhões pesados por vias municipais que não suportam este tipo de tráfego”. A obra do Contorno contempla duas faixas de rolamento em cada uma das pistas.

O mesmo texto diz que “após ouvir as entidades técnicas compartilham o temor de que o atual andamento das obras torna tecnicamente inviável o cumprimento do prazo de término acordado com a concessionária, que é final de 2023”.

O texto foi redigido e encaminhado às prefeituras antes da inspeção de quarta-feira (25) da ANTT às obras do Contorno. A visita, entretanto, mudou um pouco a impressão do andamento das obras e criou um ambiente mais otimista de cumprimento dos prazos.

Continua depois da publicidade

— Essa ideia de liberar parcialmente o trânsito será discutida como alternativa à entrega total da obra em dezembro. Nós iremos propor para a Arteris reuniões mensais de monitoramento das obras. Queremos trabalhar de forma colaborativa e com fiscalização. Queremos resolver e não brigar. A pior coisa que poderia ocorrer é estragar a concessão e judicializar — disse o professor Roberto de Oliveira, coordenador do COMDES e presidente da ACE.

A Arteris não cogita liberar parcialmente trechos e mantém o compromisso de entrega total da obra em dezembro de 2023.

Leia mais:

Emissário submarino é solução para saneamento de Florianópolis, diz futuro presidente da Casan

VÍDEO: Contorno da Grande Florianópolis terá viagem encantadora em meio à natureza

Padaria que fez história em Florianópolis vai fechar as portas

Destaques do NSC Total