nsc
    nsc

    Educação

    A irresponsabilidade que pode comprometer a volta às aulas em SC

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    14/10/2020 - 06h14
    Praia do Rosa, em Imbituba
    Praia do Rosa, em Imbituba (Foto: Reprodução Instagram e Prefeitura de Imbituba)

    O gesto irresponsável de muitas pessoas que desrespeitam as normas sanitárias — os decretos e as portarias estaduais e municipais — pode comprometer a volta às aulas presenciais a partir do dia 19 em Santa Catarina. O raciocínio é simples. A norma estadual estabelece que a volta dos alunos às escolas será permitida nas regiões com a classificação de risco moderado (azul) e alto (amarelo). Até esta quarta-feira (14), das 16 regiões no mapa estabelecido pela metodologia da Secretaria Estadual da Saúde, apenas quatro estariam em condições de permitir aulas presenciais, as regionais Oeste, Xanxerê, Serra Catarinense e Médio Vale do Itajaí.

    O final de semana foi um festival de descumprimento de normas, com muitas aglomerações em praias, bares e festas particulares. Santa Catarina conseguiu uma redução fantástica de casos de covid-19 e óbitos mas, infelizmente agora, há um aumento de casos nas últimas duas semanas em 33 %. Espera-se que isso não resulte em mais mortes. Mais casos representam alta na taxa de transmissão, o que pode agravar a classificação de algumas regiões e impedir a volta às aulas em grande parte dos municípios catarinenses.

    Embora nos Estados Unidos e na Europa não se tenha comprovado a relação de causa e efeito com a retomada das aulas e o aumento de casos, mais contaminação por aqui, em função da norma vigente, pode impedir o retorno de muitos alunos, mesmo que dentro de protocolos rígidos e de forma gradual.

    >Fim do mistério da sereia da Lagoa da Conceição em Florianópolis

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas