Cai a produção de leis na Assembleia Legislativa em ano eleitoral em Santa Catarina. Essa é a conclusão de uma pesquisa feita pela Integra Relações Governamentais, de Florianópolis, entre 2007 e 2021.  

Continua depois da publicidade

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

O levantamento apontou que, em média, há uma redução de 33% na produção de leis, aqui no Estado, nos anos em que ocorrem eleições, sejam elas gerais ou municipais. Todos os dados são oficiais e têm como fonte os arquivos da Alesc dos últimos 14 anos. O estudo contabilizou as propostas que, ao serem aprovadas, viram leis.

Atividades como ofícios, requerimentos, indicações e afins não fizeram parte da análise.

“Estes dados comprovam o quanto as atenções públicas são modificadas em anos com processo eleitoral”, conta Edgard Usuy, CEO da Integra.

Continua depois da publicidade

Além de um calendário especial, onde usualmente ocorrem menos sessões, os parlamentares ficam mais em suas bases e evitam temas polêmicos e que podem provocar maior desgaste junto aos eleitores.

Ouça a entrevista com Edgard Usuy, CEO da Integra:

Leia Mais:

Ponte da Lagoa da Conceição terá o triplo da altura; veja fotos

5G no Brasil precisa superar furto de fios para manter qualidade​​

Justiça decide pela volta da cobrança do desconto de 14% de aposentados de SC

Destaques do NSC Total